A Hora da Notícia

Alagoas registra 518 novos casos e mais 20 mortes por Covid-19 em 24h

Alagoas registra 518 novos casos e mais 20 mortes por Covid-19 em 24h
Gif-728x90-Master
BANNER-ANUNCIO-AHORADANOTICIA-JAND (2)

Em relação as oito vítimas que residiam no interior do estado, cinco eram homens foto: Assessoria

Alagoas teve mais 518 casos confirmados e 20 mortes por Covid-19 nas últimas horas. O estado tem, oficialmente, 169.265 infectados e 4.074 óbitos, como aponta o boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau). Há 161,4 mil pacientes que finalizaram o período de isolamento e 9,4 mil estão em investigação laboratorial.


As vítimas que não resistiram à Covid tinham entre 35 e 101 anos. Segundo a Sesau, dos 4.066 óbitos de pessoas residentes em Alagoas, 2.271 eram homens e 1.795 mulheres. Mais de 1,8 mil pessoas residiam em Maceió e 2,1 mil moravam no interior.

Das 20 mortes confirmadas, 12 vítimas residiam na capital e oito eram do interior. As vítimas da capital eram cinco homens, além de sete mulheres. “O homem de 49 anos era diabético, hipertenso e morreu no Hospital da Unimed Maceió; o homem de 64 anos era diabético e morreu no Hospital da Mulher (HM), em Maceió; o primeiro homem de 67 anos não tinha comorbidades e morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), em Maceió; o segundo homem de 67 anos também não tinha comorbidades e morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), em Maceió; o homem de 77 anos tinha doença cardiovascular crônica, obesidade, pneumopatia crônica e morreu na Santa Casa de Maceió”, informa a Sesau.

Segundo o boletim epidemiológico, a mulher de 52 anos era hipertensa e morreu no Hospital da Unimed Maceió; a idosa de 61 anos não tinha comorbidades e morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), em Maceió; a mulher de 65 anos era diabética, hipertensa e morreu no Hospital da Unimed Maceió; a primeira mulher de 81 anos era hipertensa, diabética e morreu no Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió; a segunda mulher de 81 anos era diabética, hipertensa, tinha doença neurológica crônica e morreu no Hospital Arthur Ramos, em Maceió; a mulher de 88 anos era diabética, hipertensa, tinha doença respiratória crônica e morreu na Santa Casa de Maceió; e a mulher de 101 anos tinha diabetes e morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), em Maceió.
Em relação as oito vítimas que residiam no interior do Estado, eram cinco homens de 35, 50, 54, 58 e 75 anos, além de três mulheres de 58, 60 e 70 anos. O homem de 35 anos, morava em Murici, não tinha comorbidades e morreu no Hospital da Mulher (HM), em Maceió; o homem de 50 anos, residia em Japaratinga, não tinha comorbidades e morreu no Hospital Regional do Norte (HRN), em Porto Calvo; o homem de 54 anos, residia em Maravilha, era hipertenso, diabético e morreu no Hospital Chama, em Arapiraca; o homem de 58 anos, morava em São Sebastião, não tinha comorbidades e morreu no Hospital de Emergência do Agreste (HEA), em Arapiraca; o homem de 75 anos, residia em Campo Alegre, era diabético, hipertenso e morreu no Hospital Chama, em Arapiraca; a mulher de 58 anos, morava em Flexeiras, tinha hipertensão e morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), em Maceió; a mulher de 60 anos, morava em Novo Lino, era diabética, hipertensa e morreu no Hospital da Mulher (HM), em Maceió; e a mulher de 70 anos, residia em Coruripe, era hipertensa e morreu no Hospital Carvalho Beltrão, em Coruripe.

fonte: Gazetaweb

Compartilhe essa informação

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Comente