A Hora da Notícia

Além de Bruno Henrique, Flamengo pode ficar também sem Gabigol na reta final do Brasileiro

STJD, que retomou processo de Bruno Henrique da 11ª rodada, marca julgamento do camisa 9 por ofensas à arbitragem em jogo contra o Bahia para sexta-feira. Pena pode chegar a 12 jogos.
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
PRESTAÇÃO DE CONTAS

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) marcou para esta sexta-feira, dia 5, o julgamento de Gabigol por conta da expulsão na partida contra o Bahia, no dia 20 de dezembro, pelo Campeonato Brasileiro. Como o tribunal também retomou o processo de Bruno Henrique, relativo ao jogo com o Goiás na 11ª rodada da competição, o Flamengo pode ficar sem sua dupla de ataque titular na reta final do Brasileiro.

A sessão virtual da 5ª Comissão Disciplinar do STJD está marcada para 10h de sexta-feira e o relator será o auditor Eduardo Mello. Vanderson Maçullo Braga Filho é o presidente em exercício da comissão.

O Flamengo venceu o jogo com o Bahia por 4 a 3, mas o camisa 9 rubro-negro recebeu cartão vermelho aos nove minutos do primeiro tempo. Flávio Rodrigues de Souza afirmou que o atacante o mandou “tomar no c…”. Gabigol ficou inconformado e levou quase cinco minutos para deixar o campo.

Como Gabigol foi denunciado duas vezes no artigo 258 II do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que trata de desrespeitar a arbitragem, e a pena pode chegar a 12 jogos de suspensão. Isso porque a denúncia foi feita de acordo com o artigo 184, que determina a aplicação cumulativa das penas no caso de duas infrações.

Confira os artigos abaixo:

Art. 258. Assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva não tipificada pelas demais regras deste Código. (Redação dada pela Resolução CNE nº 29 de 2009).

PENA: suspensão de uma a seis partidas, provas ou equivalentes, se praticada por atleta, mesmo se suplente, treinador, médico ou membro da comissão técnica, e suspensão pelo prazo de quinze a cento e oitenta dias, se praticada por qualquer outra pessoa natural submetida a este Código.

II – desrespeitar os membros da equipe de arbitragem, ou reclamar desrespeitosamente contra suas decisões.

Art. 184. Quando o agente mediante mais de uma ação ou omissão, pratica duas ou mais infrações, aplicam-se cumulativamente as penas.

Além de marcar o julgamento de Gabigol para sexta-feira, o STJD também determinou o retorno do processo sobre Bruno Henrique, do Flamengo, que no duelo com o Goiás, pela 11º rodada do Brasileiro, atingiu o rosto do volante Breno, que fraturou o nariz. Antes, a comissão disciplinar havia entendido que não havia motivo para reconhecer a denúncia, pois o lance não fugiu da visão da arbitragem. O caso será analisado na próxima sessão da Terceira Comissão Disciplinar no artigo de jogada violenta, que prevê pena de um a seis jogos de suspensão.

Compartilhe essa informação

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Comente