A Hora da Notícia

André Villas-Boas pede demissão do Olympique após clube contratar jogador que ele não queria

“Não quero dinheiro, só quero ir embora”, afirma técnico português, que é especulado no São Paulo.
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
PRESTAÇÃO DE CONTAS

O técnico André Villas-Boas pediu demissão do comando do Olympique de Marselha nesta terça-feira. O anúncio foi feito pelo próprio treinador português em coletiva de imprensa. Ele colocou como motivo principal para sua saída a chegada de um jogador que ele não queria (o meia francês Olivier Ntcham, do Celtic).

– Disse que não queria essa contratação. E aí soube (que contrataram) quando acordei e fui ao site do Marselha. Enviei a minha demissão e disse que não concordava com a política do clube. Não quero dinheiro, só quero ir embora – afirmou Villas-Boas, de 43 anos e que é especulado no São Paulo como possível substituto de Fernando Diniz.

Ainda segundo Villas-Boas, os incidentes do fim de semana, quando torcedores organizados do Olympique invadiram o CT do clube e obrigando a federação a adiar a partida contra o Rennes, não pesaram na sua decisão.

– Tem a ver com política esportiva (do Olympique). Até mesmo a saída do Radonjic (jogador negociado com o Hertha) só fui informado à noite…. Estou à espera de uma resposta da direção e, se não aceitarem, continuo. Não quero dinheiro, só quero ir embora. Isso é claro – frisou o treinador, que teve passagens por Porto, Chelsea e Zenit.

O Olympique de Marselha não atravessa boa fase. Eliminado da Liga dos Campeões na fase de grupos, o time perdeu a final da Supercopa da França recentemente para o PSG e vem de três derrotas seguidas no Campeonato Francês, competição que ocupa a nona posição, com 32 pontos.

Compartilhe essa informação

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Comente