A Hora da Notícia

Arthur Lira descarta abertura de processo de impeachment contra Bolsonaro: ‘não é o momento para isso’

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
PRESTAÇÃO DE CONTAS

Sérgio Lima/Poder360

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), descartou a possibilidade de autorizar, pelo menos agora, a abertura de processo de impeachment contra o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido).

Em entrevista à Rádio Jovem Pan, na manhã desta segunda-feira (26), Lira afirmou que não considera este o momento adequado para levar o assunto adiante, devido à crise sanitária e social decorrente da Covid-19.

Questionado sobre um “superpedido” de impeachment que deve ser apresentado pela oposição e deputados de direita que não apoiam Bolsonaro, ele informou que não vê motivos para 95% destes requerimentos. Ao todo, Lira já tem mais de 70 pedidos à espera pela deliberação.

“Cabe ao presidente da Câmara, segundo a Constituição, ver a oportunidade e conveniência para a apreciação desses casos. Noventa por centro, noventa e cinco por cento dos que eu já vi não têm nenhuma razão de terem sido apresentados, a não ser um fato político que se queira gerar. Alguns outros, muito pouca coisa. Então, neste momento, não é conveniente se tratar de um assunto desta gravidade, deste tamanho”, disse Lira.

Assim como o impeachment, Arthur Lira afirmou que não julga o momento conveniente para instalação da CPI da Covid-19 no Senado. “Quem errou será responsabilizado no momento adequado. Neste momento, isso em nada vai ajudar a reduzir o número de mortos ou a aumentar a quantidade de doses das vacinas. Temos que votar as reformas sociais, produzir leis que protejam o brasileiro, gerem emprego, aumentem renda”, concluiu.

REFORMAS

Na mesma entrevista, o alagoano ainda falou sobre a pauta de reformas na Congresso Nacional. Ele destacou que irá acompanhar, pessoalmente, os encaminhamentos para as tratativas da Reforma Tributária na Casa, junto ao presidente e ao relator do projeto.

Também informou que tornará pública a versão inicial do texto na próxima segunda-feira, dia 3 de maio. “O objetivo é discutir com a sociedade, fazer consultas públicas, receber as críticas e os aprimoramentos, com transparência e participação de todos. Temos de enfrentar os problemas do Brasil, apesar das crises, passageiras”, declarou Lira, que anunciou uma visita ao ministro da Economia, Paulo Guedes, na tarde de hoje, para falar sobre o assunto.

O presidente da Câmara ainda falou sobre o andamento de outra reforma, a Administrativa. “Tivemos um atraso com o recrudescimento da pandemia, mas a Reforma Administrativa, por exemplo, já começa a ser discutida com algumas audiências públicas. Temos o compromisso das duas Casas de votar este ano as duas reformas”, projetou.

Fonte: Gazetaweb

Compartilhe essa informação

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Comente