A Hora da Notícia

Arthur Lira diz que voto eletrônico é “compromisso inadiável” e que “Constituição não será rasgada”

Cópia de sua marca aqui (2)
BANNER-ANUNCIO-AHORADANOTICIA-JAND (1)

Arthur Lira diz que voto eletrônico é “compromisso inadiável” e que “Constituição não será rasgada”

“Nossa Constituição jamais será rasgada”. A frase é do presidente da Câmara Federal, Arthur Lira (Progressistas), após as polêmicas declarações do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), que marcaram o feriado de 7 de setembro. O parlamentar não se posicionou a respeito de um possível impeachment do chefe do Executivo federal, mas garantiu abrir diálogo os poderes.

“Conversarei com todos, e com todos os poderes. É hora de um basta a essa escalada em um infinito looping negativo. Bravatas em redes sociais, vídeos e um eterno palanque deixara de ser um elemento virtual e passaram a impactar o dia a dia do Brasil de verdade”, justificou o deputado federal alagoano.

Lira foi enfático ao afirmar que “nossa Constituição jamais será rasgada”, e que assuntos já superados não voltarão a serem pautados no parlamento, como a PEC do Voto Impresso – um dos principais temas defendidos por Bolsonaro. A matéria foi rejeitada pela Câmara.

“O único compromisso inadiável e inquestionável está marcado para 3 de outubro de 2022, com as urnas eletrônicas. São as cabines eleitorais, com sigilo e segurança, em que o povo expressa sua soberania. Que até lá tenhamos todos serenidade e respeito às leis, à ordem e, principalmente, à terra que todos nós amamos”, destacou.

Em nenhum momento de seu discurso, Arthur Lira chegou a citar o presidente Bolsonaro ou o Supremo Tribunal Federal (STF).
Fonte – 7 Segundos

politica #politicaalagoana

FONTE: POLITICAALAGOANA

Compartilhe essa informação

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Comente