A Hora da Notícia

Atenção, eleitor! Prazo para transferir e regularizar o título acaba em um mês

Teste Banner Anuncio Titulo Post

FOTO: Arquivo Gazetaweb

Os eleitores brasileiros têm até o dia 4 de maio para emitir, transferir e regularizar a situação do título de eleitor. O prazo vale para todos os estados do país, incluindo Alagoas. As mudanças podem ser feitas de forma on-line, pelo sistema Título Net, disponível na Portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ou de forma presencial no Fórum Eleitoral de Maceió, na Avenida Fernandes Lima, no bairro Gruta de Lourdes, das 7h30 às 13h30.

Em Alagoas, além dos procedimentos habituais, os moradores dos bairros afetados pelo afundamento do solo – Pinheiro, Bebedouro, Mutange e Bom Parto – devem realizar a mudança do domicílio eleitoral. No mês passado, o Tribunal Regional Eleitorial de Alagoas (TRE/AL) chegou a convocar, com caráter de urgência, os moradores destes locais.

O Juiz Eleitoral da 3ª Zona, Sérgio Wanderley Persiano, solicitou que a alteração seja realizada pelos eleitores dos bairros Bebedouro, Mutange e Bom Parto, que votavam nas escolas Santo Antônio, Major Bonifácio, Alberto Torres, Rosalvo Ribeiro, Bom Conselho, Santa Amélia, São Lucas Alagoano e Cincinato Pinto, além do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Alagoas (SINTEAL) e da Secretaria Municipal de Educação (SEMED). Apesar de rompimento com construtora

As regularizações feitas de forma on-line podem ser acompanhadas pelo site do TSE. Basta aguardar a análise do pedido pela Justiça Eleitoral e ficar verificando o status da solicitação na aba “Acompanhar Requerimento”, informando o número do protocolo gerado na primeira fase do atendimento.

Após o processamento dos dados, se não houver qualquer pendência, é só baixar o aplicativo e-Título no celular ou tablet e utilizar a versão digital do documento, dispensando-se o título em papel. O aplicativo funciona tanto no sistema operacional Android quanto no iOS.

Primeiro título

O cidadão pode tirar o título de eleitor na aba “Serviços ao Eleitor”. Depois disso, basta clicar na aba “Autoatendimento do Eleitor”, na página inicial do site do TSE e, em seguida, selecionar a opção “Tire seu título”. É preciso apresentar uma selfie segurando um documento oficial com foto, fotografias da frente e do verso desse mesmo documento, um comprovante de residência (conta de água, luz, celular ou carnê de IPTU, por exemplo) e o certificado de quitação militar (para homens que têm entre 18 e 45 anos).

Não será enviado o título de eleitor impresso para a casa da eleitora ou eleitor. O documento poderá ser consultado no aplicativo e-Título ou imprimindo no site do TSE.

*com informações da assessoria.     fonte: gazetaweb

Compartilhe essa informação

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Comente