A Hora da Notícia

Banco é investigado por cobrar tarifa indevida de 105 mil clientes

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
prefeitura junho

Reprodução

O Citibank é investigado por supostamente cobrar, de maneira indevida, a Tarifa de Avaliação Emergencial de Crédito (Taec). As irregularidades teriam ocorrido entre julho de 2011 e dezembro de 2017. Ao menos 105,7 mil clientes podem ter sido prejudicados nas operações, cujo montante total foi de R$ 2.791.831,50, conforme apurou o Metrópoles.

A Procuradoria da República de São Paulo (PRSP) instaurou inquérito civil para apurar a cobrança indevida de Taec pelo banco norte-americano no país. Na teoria, a tarifa de avaliação emergencial, também conhecida como tarifa por excesso de limite, é cobrada sempre que o cliente ultrapassa o limite de crédito concedido pela administradora.

Em dezembro passado, a Caixa Econômica foi multada em R$ 200 mil pelo Banco Central por cobrar a Taec indevidamente. Segundo registro do jornal Extra, o BC apurou que a instituição também descontou taxas incorretas de contas-depósito e contas relativas a financiamentos imobiliários, entre 2008 e 2017. Questionado se confirma a cobrança indevida e se vai devolver o dinheiro aos clientes, o Citibank informou que não comentará o caso.

Em seu site, o Citibank se orgulhar de ser o “banco mais globalizado do mundo, com mais de 200 anos de atuação”. A instituição financeira chegou ao Brasil em 1915 e oferece serviços para clientes corporativos, institucionais e de altíssimo patrimônio. No primeiro semestre de 2020, a operação brasileira registrou R$ 10,1 bilhões de patrimônio líquido e R$ 757 milhões de lucro líquido. No mundo, a receita do Citigroup em 2020 registrou US$ 74,3 bilhões e o lucro líquido de US$ 11,4 bilhões.

fonte: tnh1

Compartilhe essa informação

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Comente