A Hora da Notícia

Brasil tem dois casos positivos da variante Deltacron, diz Queiroga

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
prefeitura junho

Reprodução/Agência Brasil

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou, nesta terça-feira (15/3), que o Brasil registrou dois casos positivos da variante Deltacron da Covid-19. A cepa, identificada pela primeira vez na França, combina características das mutações Delta e Ômicron.

De acordo com Queiroga, os casos registrados no Brasil são de moradores do Amapá e do Pará. “Nós monitoramos todos esses casos. Isso é fruto do fortalecimento da capacidade de vigilância genômica no Brasil”, explicou.   PUBLICIDADE

Questionado se a situação é motivo para preocupação, Queiroga afirmou que a variante Deltaceron requer “monitoramento”.

“Essa variante é de importância e requer monitoramento. As autoridades sanitárias estão aqui diante dessas situações para tranquilizar a população brasileira. As medidas são as mesmas. Se eu tivesse que indicar uma medida, seria a aplicação da dose de reforço. Se você não tomou, procure a Unidade Básica de Saúde mais próxima de onde você mora”, convocou o ministro.

O norte do país é um dos focos do Ministério da Saúde nas campanhas para incentivar a vacinação contra a Covid, uma vez que os índices de imunização nos estados da região são baixos, se comparados aos de outras unidades da federação.

Segundo Queiroga, os estados do Amapá e de Roraima ainda estão com coberturas baixas. Segundo o Consórcio de Veículos de Imprensa*, no Amapá, apenas 45,5% da população está imunizada com as duas doses. Em Roraima, o índice é de 47,9%.“Vocês conhecem a região norte. O estado do Amazonas, que é aquela maravilha, mas há cidades que nós só conseguimos ter acesso através de barcos, de avião. Então, não é uma tarefa simples, Nós fizemos ações que culminaram no aumento da vacinação. Ainda temos o estado de Roraima e o estado do Amapá, que têm uma cobertura mais baixa, mas vamos nos empenhar para ampliar essa cobertura e isso só vai ser possível com a conscientização da população brasileira”, ressaltou o ministro.

Fonte: tnh1

Compartilhe essa informação

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Comente