A Hora da Notícia

Censo 2023: mais de 3 milhões de alagoanos são recenseados

Cópia de sua marca aqui (2)
BANNER-ANUNCIO-AHORADANOTICIA-JAND (2)

Mateus Bruxel/CP Memória

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) encerrou, nessa terça (28), a cobertura da coleta domiciliar do Censo Demográfico, alcançando, em Alagoas, 3.056.527 de pessoas. Em todo o Brasil, 189.261.144 pessoas foram recenseadas (91%), levando em conta os dados preliminares e sem imputações divulgados nesta quarta-feira (1º).

O Instituto informa que se inicia hoje, 1º de março, a Etapa de Apuração. Já a divulgação dos primeiros resultados do Censo será feita no final de abril. Ao mesmo tempo em que iniciará a etapa de apuração dos dados, o IBGE fará uma operação final e pontual na Terra Indígena Yanomami.

A coleta do Censo Demográfico junto a população brasileira terminou. “A base mais fundamental de dados”, como a ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet, costuma denominar o Censo, entra a partir de agora em sua etapa de apuração. Desde o censo de 1960 que o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) realiza revisões técnicas sobre os dados coletados junto a população. O mesmo procedimento, agora atualizado com as novas tecnologias de informação e análise de dados, começará a partir de agora.

“Com o Censo podemos definir políticas públicas mais focalizadas e, portanto, mais efetivas”, diz a ministra do Planejamento e Orçamento. “Ao conhecermos com clareza quantos somos em cada município, como cada um de nós vive, como são nossas famílias e nossas realidades, passamos, também, a pensarmos em aprimoramento de políticas em áreas como saúde, educação, benefícios sociais, infraestrutura urbana, logística e tecnológica”, afirma Tebet.

O IBGE, que é vinculado ao Ministério do Planejamento e Orçamento (MPO), totalizou a coleta de dados na noite de ontem. Ao todo, mais de 91% da população brasileira foi recenseada pelo IBGE, isto é, 189,3 milhões de pessoas. Em alguns Estados, como Santa Catarina, Piauí e Paraíba, mais de 96% dos moradores foram recenseados.

Na etapa de apuração, que se iniciará hoje, os supervisores técnicos do IBGE podem determinar retornos – pontuais – ao campo. Isto é, determinados bairros em algumas cidades podem passar por ações específicas de recenseamento, para fins de conferência dos dados ou mesmo para determinar se domicílios originalmente encontrados vazios estão, de fato, desocupados. “Criamos um comitê de fechamento do censo, que inclui oito demógrafos contratados exclusivamente para essa etapa de apuração, que trabalharão em sintonia direta com os demógrafos do próprio IBGE”, afirma o presidente interino do instituto, Cimar Azeredo.

fonte: gazetaweb

Compartilhe essa informação

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Comente