A Hora da Notícia

Chefe da Mercedes teme RBR e Aston Martin na temporada: ‘Podem vir com a melhor solução’

Gif-728x90-Master
BANNER-ANUNCIO-AHORADANOTICIA-JAND (2)

hefe da Mercedes teme RBR e Aston Martin na temporada 2021 foto: Divulgação

Chefão da Mercedes, Toto Wolff sempre se caracterizou por ser cauteloso nas declarações, mas desta vez ele foi ainda mais longe: disse que, a despeito de os carros da temporada 2021 serem os mesmos do ano passado (como contenção de custos pela pandemia de coronavírus), a Mercedes pode ser muito ameaçada por RBR e Aston Martin. Isso porque a aerodinâmica dos carros será diferente, sobretudo no assoalho, e Wolff teme que as rivais encontrem o caminho para derrotar a equipe alemã.

– Eles tiveram um carro incrível no ano passado e as principais características dele estarão no início deste ano também. A mudança no assoalho, do qual basicamente uma parte deve ser cortada, é decisiva do ponto de vista técnico. Isso forçou a repensar todo o conceito. Portanto, não podemos descartar que a RBR ou a Aston Martin venham com uma solução melhor – disse Wolff ao site “Auto Week”.

Pelos lados da RBR, que venceu com Max Verstappen a última corrida de 2020, em Abu Dhabi, o diretor esportivo Christian Horner informou que o carro a ser usado na temporada 2021 não seguirá a ordem numérica tradicional e será batizado de RB16B. Segundo o dirigente, a decisão foi tomada porque o carro é uma evolução do utilizado no campeonato do ano passado.

– Nunca haverá um RB17. O carro do próximo ano será o RB18. Esta temporada é a primeira vez que levamos um chassi da temporada anterior. Por causa dos regulamentos de homologação, também há uma alta porcentagem de peças transportadas. É por isso que é mais honesto chamar esse carro de RB16B – comentou Horner ao site “Auto Motor und Sport”.

A temporada 2021 da Fórmula 1 começa no dia 28 de março, com o GP do Barein. Duas semanas antes, os pilotos participarão da pré-temporada, no mesmo circuito de Sakhir.

fonte: Gazetaweb

Compartilhe essa informação

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Comente