A Hora da Notícia

Classificado! No sufoco, CRB vence o CSE no Juca Sampaio e se avança às semis do Alagoano: 1×0

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
prefeitura junho

Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas

Vai ter Clássico das Multidões na semifinal do Alagoano 2022. Neste sábado (12), oito times entraram em campo pela 7ª e última rodada da 1ª fase. No Juca Sampaio, o CRB CSE, que estavam igualados na pontuação, e disputavam a 4ª colocação, travaram duelo decisivo.

No confronto marcado por equilíbrio no 1º tempo, cera e confusões na etapa final, dentro de fora de campo, e gol de Yago, de cabeça, o Galo da Praia venceu por 1 a 0 para alívio de Marcelo Cabo e Cia, que vem sendo cobrados por bom resultados, após a queda na COpa do Brasil

Com CSE e CRB duelam neste sábado (12), às 17h, no Juca Sampaio, em Palmeira dos Índios, pela 7ª e última rodada da primeira fase do Alagoano 2022. Ambos disputam o 4º lugar e uma vaga nas semifinais. O Tricolorido consegue passar de fase com um simples empate. Já o Regatas necessita da vitória.

1º Tempo

O jogo começou muito pegado, com os jogadores cometendo faltas desnecessárias. O CRB controlou mais as ações enquanto o Tricolor ficou mais recuado, não se expondo. Aos dois minutos, Anselmo Ramon cometeu falta dura sobre Marco Antônio e tomou cartão amarelo. Já a primeira chance de gol foi a favor do Galo. Após a zaga cortar escanteio, Rafael Longuine pegou a sobra e finalizou rasteiro, forte, na primeira trave, mas Gustavo segurou firme.

Nervosos em campo, Cabo e seu auxiliar tomaram amarelo por reclamação. Aos 4’, o Regatas ameaçou outra vez, após falha de Gustavo. Longuine cobrou escanteio, a defesa do Tricolor cortou e o meia chutou novamente em cima do arqueiro oponente. Apenas na casa dos 16 minutos, o CSE finalizou na meta alvinegra. Quiroga recebeu lançamento, arriscou do meio da rua, todavia a bola passou muito longe da meta de Diogo Silva.

Marcelo Cabo optou por começar o duelo com Rafael Longuine como armador do CRB – Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas

A melhor finalização veio logo em seguida, novamente refletindo a proposta ofensiva do Regatas. Anselmo recebeu de Marcinho na entrada da área, chutou colocado e Gustavo fez linda defesa, espalmando para escanteio. Houve muita disputa por espaço e pela posse de bola no meio de campo, mas, em quesito qualidade, ambos os times deixaram a desejar.

Tanto é que a ligação direta, da zaga para o ataque, resumiu a totalidade das jogadas.Aos 30 minutos, mais uma vez o CRB chegou com perigo. Guilherme Romão tabelou com Marcinho e cruzou voltando para Longuine, que bateu de primeira, no contrapé de Gustavo, mas a bola explodiu na coxa esquerda de Pena.

Aos poucos o CSE equilibrou o duelo, saiu de trás e chegou assustando duas vezes seguidas. Na primeira, Madson cruzou na área e Marco Antônio bateu mascado na sobra, levando perigo ao Galo. Depois, por muito pouco, Thiago Recife não abriu o placar. O atacante ia chutar após falha de Gilvan, porém Diogo saiu de baixo da trave para salvar o CRB, que respondeu com Anselmo.

Anselmo Ramon travou duelo interessante com goleiro Gustavno na etapa inicial – Foto: Francisco Cedrim/Ascom CRB

O artilheiro regatiano dominou na área, protegeu e finalizou à queima-roupa. Gustavo, contudo, fez outro milagre, colocando pela linha de fundo. Seguindo a lógica do jogo bem pegado, aos 40 minutos, Thiago Recife perdeu a melhor chance dos mandantes.

Jeanderson levantou na área para centroavante concluir de cabeça. Parado no centro do alvo, Diogo só viu a bola tirar tinta da trave. Tirou com os olhos! Ainda, antes do intervalo, Marcinho bateu de longe, dando susto no arqueiro do CSE. Fim de papo no 1º tempo muito movimento. Falto só gol.

2º Tempo

Ficha Técnica

CSE – Gustavo; Lima, Penna, Salazar e Amaral; Jeanderson, M. Antônio, e Madson; Thiago Recife, Edinho e Quiroga (Charles). Técnico: Alyson Dantas.

CRB – Diogo Silva; Raul Prata, Gum, Gilvan e Guilherme Romão; Claudinei, Yago e Rafael Longuine; Richard, Anselmo e Marcinho. Técnico: Marcelo Cabo.

Cartão amarelos: Anselmo Ramon (CRB); Edinho (CSE); Madson (CSE); Marcelo Cabo (CRB);

Árbitro – Denis da Silva Serafim

Assistentes – Esdras Mariano de Lima Albuquerque

Quarto árbitro – Edger Gregori Viana Silva

fonte: Gazetaweb

Compartilhe essa informação

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Comente