A Hora da Notícia

Coêlho sobre criação da SAF no CSA: “Clubes que estão indo buscá-la são quebrados”

Cópia de sua marca aqui (2)
BANNER-ANUNCIO-AHORADANOTICIA-JAND (1)

Augusto Oliveira/CSA

O presidente do CSA, Omar Coêlho comentou sobre a transformação dos clubes brasileiros em SAFs (Sociedade Anônima do Futebol). Após a repercussão da venda de grandes clubes como o Cruzeiro e mais recentemente o Botafogo, o torcedor ficou curioso para saber a opinião do Azulão sobre o assunto.

Para Omar, o momento é de zelo com a equipe e com tudo que cerca o escudo do Marujo. Sobre a mudança do estatuto azulino, o presidente comentou: “É uma tendência, uma evolução do futebol, mas não para o momento. Se você prestar atenção, os clubes que estão indo buscar a SAF, são clubes quebrados, que passaram por más gestões e estão querendo sobreviver. E aí, estão entregando o seu maior patrimônio, que é o futebol, para grupos ou até mesmo individualmente, como é o caso do Ronaldo no Cruzeiro.”

O segredo do sucesso de um clube, para se tornar uma potência no mercado futebolístico é a gestão, afirma Coelho. Ele foi apoiado nas eleições por Rafael Tenório, que é idolatrado pela torcida azulina por ter criado uma gestão forte e uma estrutura de time grande.

Quando perguntado sobre uma boa administração, o presidente disse: “A questão toda passa por gestão. O CSA mesmo é um exemplo de boa gestão. Por que vai o CSA agora tirar o futebol, que é o maior atrativo de sua torcida, e entregar nas mãos de um, dois ou três investidores?”, completou, dizendo: “Sinceramente, acho que não é coisa para hoje. Pode ser para o futuro. Hoje é mais uma tábua de salvação para os desesperados.”

Ele relembrou ainda um exemplo de uma Sociedade Anônima do Futebol que não deu certo: “Tem o caso do Valência, na Espanha, que é clássico. Foi fundada uma SAF, foi adquirido por um único investidor, que mora em Singapura. O investimento dele não deu certo e o Valência hoje não participa mais de campeonato nenhum. O futebol do clube está acabado, a torcida tentou recuperá-lo e o cara disse que não vende.”

fonte: Gazetaweb

Compartilhe essa informação

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Comente