A Hora da Notícia

Com gol no fim, ASA vence o Murici fora de casa em jogo de ida das semis do Alagoano:2 a 1

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
prefeitura junho

Com gol no fim, ASA vence o Murici fora de casa em jogo de ida das semis do Alagoano:2 a 1

O ASA abriu boa vantagem sobre o Murici pelas semifinais do Campeonato Alagoano de 2022. Nesta quarta-feira (30), no José Gomes da Costa, na cidade de Murici, o Alvinegro bateu o Verdão por 2 a 1. Xandy abriu o placar para o Gigante no primeiro tempo, mas Breguete deixou tudo igual. Depois, no apagar das luzes da etapa final, Marcinho decidiu o placar, em contra-ataque fatal e grande passe de Assis. A partida foi marcada pela presença do árbitro de vídeo. Confira o Tempo Real aqui!

Calendário

O confronto de volta, decisivo, acontece neste domingo (03/04), às 16h (de Brasília), no Municipal Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca. Com a vitória, o Alvinegro se classfica com um simples empate. Já o Verdão precisa vencer pelo placar mínimo para levar a decisão para os pênaltis. Se vencer por mais gols, chega na final. Lembrando que na outra chave CSA e CRB, que jogam neste sábado (02/04), às 17h, no Rei Pelé, lutam pela outra vaga.

Confronto desta quarta foi o 4º entre as equipes na temporada 2022 – Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas

Relacionadas:

1º TEMPO

Nos instantes iniciais, houve muita disputa pelos lados do campo. As equipes, assim, ficaram se estudando. Depois, o Murici apresentou mais mobilidade na parte ofensiva. Por sua vez, o ASA preferiu não se expor. Logo, a primeira chance de gol foi do Verdão, aos 4 minutos.

Tadeu fez boa jogada, tocando para Soares, que puxou a redonda até a meia-lua da área alvinegra, girou na frente da marcação, mas concluiu para fora. O Alvinegro respondeu na sequência. Fidélis bateu de fora da área, porém, em cima de Raílson, que só fez encaixar a bola no centro da meta. O jogo ficou alguns minutos paralisado por atendimento em Cristian Luca.

No retorno, o Alvinegro, assustou com Tadeu, que mandou uma bomba de muito longe e o goleiro Ferreira fez boa defesa. Neste momento, o Verdão seguiu se movimentado atrás em virtude da marcação alta do Gigante. No aspecto técnico e disciplinar, o duelo permaneceu tranquilo. Com 16 min, Xandy foi derrubado por Wagner Diniz: falta! Gutti cobrou e a defesa alviverde afastou.

WhatsApp Image 2022-03-30 at 20.27.33.jpeg – Foto: Ailton Cruz / Gazeta de Alagoas

Na sequência, ocorreu a jogada mais plástica e interessante. Tentando chegar pelo lado esquerdo, o Murici fez linda jogada com James. Raílson espalmou e a redonda passou por Breguete dentro da pequena área. Foi por muito pouco! O Alvinegro respondeu com Wendel e Xandy em dois lances seguidos.

No primeiro, após o cruzamento, a bola pingou na área e Ferreira quase largou no pé de Gaspar. No segundo, Gutti chutou com efeito, Xandy apareceu livre de marcação e finalizou para o alvo: 1 a 0. O Verdão não se intimidou, buscou o empate, tornando a partida mais dinâmica. Com 22’, João Victor foi derrubado por Roger Gaúcho na intermediária.

9 WhatsApp Image 2022-03-30 at 20.45.49.jpeg – Foto: Ailton Cruz / Gazeta de Alagoas

Na cobrança, Ramon acertou o travessão de Raílson. Até que o atleta teve outra oportunidade na bola parada instantes depois. O arqueiro arapiraquense novamente trabalhou, mas Breguete pegou a sobra e deixou tudo igual. Muita festa dos atletas alviverdes, contudo, o lance foi revisado pelo VAR, que marcou posição irregular do atacante.

O Verdão passou a ganhar a disputa da segunda bola e terminou a etapa inicial com mais posse de bola e merecendo o empate. Com 32’, quase Jorginho complicou a vida de Raílson. O meia perdeu a bola na entra da área e o goleiro jogou para tiro de canto. Depois, Breguete dominou de costas para o alvo e girou chutando. A pelota passou bem perto da trave. Chegado aos 39 minutos, Cristian Luca travou investida de Moraes e o Verdão ganhou escanteio. No levantamento, foi a vez de Fábio tirar dois cruzamentos. O Murici seguiu em cima, insistentemente.

Como consequência, Ferreira fez grande defesa ao impedir gol de Roger Gaúcho, que invadiu a área alvinegra e chutou forte. Em seguida, Lucas Gaspar acertou o poste dos visitantes duas vezes: no primeiro, a bola explodiu no travessão, e, na sobra, bateu na trave. O árbitro acrescentou mais seis minutos, tempo suficiente para o juíz aplicar amarelos para Alex e Lucas Gaspar. Fim de papo e vitória parcial do Gigante.

Lance do gol de empate do Murici; Soares aproveitou bem cruzamento – Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas

2º TEMPO

Teve muito perde e ganha no começo da reta final, marcada por jogo lento, previsível. Com a vantagem, o ASA tocou a bola com mais calma. Aos 2 minutos, Fidélis tentou cruzar e ganhou escanteio. Wendel cobrou e Breguete cortou, duas vezes. O Murici roubou a bola pela lateral e chegou, timidamente, com Moraes, que, avançou em alta velocidade em direção do gol, mas foi interceptado por Marcão.

Depois, Lucca salvou o Alvinegro. Moraes recebeu dentro da área alvinegra, se livrou da marcação e cruzou. E o atacante alviverde estava sobrando no corredor direito. Além de provocar cartão amarelo para Marcão aos 8 minutos, participou da jogada do gol de empate do Verdão, logo depois. Após a defesa alvinegra não conseguir cortar, o camisa 10 fez ótima jogada, acionando Soares, completamente livre, para vazar a rede de Raílson no José Gomes da Costa: 1 a 1.

Goleiro Raílson salva o ASA, espalmando chutaço de Bregueeth – Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas

Insatisfeito com o rendimento do ASA, Jota colocou Marcinho e Assis nos lugares de Roger e Jorginho, nesta ordem. Porém, o Murici seguiu melhor, fazendo um 4-3-2. Isso porque o Alvinegro caiu muito de produção. Quando não concluía as jogadas, a grande maioria, perdia a redonda com os volantes muito espaços, o que deixava a defesa frágil.

A partida, de fato, ficou bem morna e faltosa. Os treinadores fizeram alterações para dar mais consistência às equipes. Mesmo com dificuldades para chegar no campo de ataque, o ASA seguiu dominando a redonda. Por isso, o goleiro Ferreira quase não trabalhou. Na marca dos 35 minutos, Édson Lucas pegou a sobra em vacilo do Gigante, porém, arriscou de qualquer maneira e mandou a bola longe do alvo. O mesmo fez Xandy posteriormente.

Marcinho entrou no 2º tempo e definiu a vitória do ASA no José Gomes da Costa – Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas

Bola de graça para o Murici. Com 38’, Marco Antônio chegou atrasado demais na bola, deu um carrinho em Ramon, recebeu o segundo amarelo e foi expulso. ASA terminou o jogo com 10 jogadores. Assim sendo, foi ainda mais pressionado. Com 41, quase Jone Chulapa virou o marcador. O atleta pulou mais que todo mundo na área, após cruzamento de Alex, cabeceou com muito perigo, mas a bola foi para fora.

Rafael Carlos Salgueiro deu mais quatro minutos de acréscimos, o placar parecia que estava definido, porém, no fizinho do confronto, Assis fez ótimo cruzamento para Marcinho, que apareceu no meio da zaga para marcar de cabeça: 2 a 1 ASA. Gol muito importante!

Apesar da derrota, o Murici teve mais volume de jogo no 2º tempo – Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas

FICHA TÉCNICA

MURICI – Ferreira; Wagner Diniz, Alex, Adalberto e Ramon; Tadeu, James (Édson Lucas) e João Vítor; Júnior Bregueeth (Chulapa), Moraes e Soares. Técnico: Jadson Oliveira

ASA – Raílson; Michael Tiago, Cristian Lucca, Fábio Aguiar e Wendel; Jorginho, Fidélis e Gutti (Marcos Antônio); Xandy (Magal), Wendel e Lucas Gaspar. Técnico: Jota Guerreiro

Cartões amarelos: Roger Gaúcho (ASA); James (Murici); Alex (Murici); Marcos Antônio (Murici); Wendel (ASA); Fidélos (ASA)

Cartões vermelhos: Marcos Antônio (Murici)

Árbitro – Rafael Carlos Salgueiro Lima (CBF-AL)

Assistentes – Esdras Mariano de Lima Albuquerque (CBF-AL) e Brígida Cirilo Ferreira (FIFA)

Quarto árbitro – José Jaini Oliveira Bispo

VAR – José Ricardo Laranjeira (CBF-AL)

– Foto: Ailton Cruz / Gazeta de Alagoas
– Foto: Ailton Cruz / Gazeta de Alagoas
– Foto: Ailton Cruz / Gazeta de Alagoas
– Foto: Ailton Cruz / Gazeta de Alagoas
– Foto: Ailton Cruz / Gazeta de Alagoas
– Foto: Ailton Cruz / Gazeta de Alagoas
– Foto: Ailton Cruz / Gazeta de Alagoas
– Foto: Ailton Cruz / Gazeta de Alagoas
– Foto: Ailton Cruz / Gazeta de Alagoas
– Foto: Ailton Cruz / Gazeta de Alagoas
– Foto: Ailton Cruz / Gazeta de Alagoas
– Foto: Ailton Cruz / Gazeta de Alagoas
– Foto: Ailton Cruz / Gazeta de Alagoas
– Foto: Ailton Cruz / Gazeta de Alagoas
– Foto: Ailton Cruz / Gazeta de Alagoas
– Foto: Ailton Cruz / Gazeta de Alagoas
– Foto: Ailton Cruz / Gazeta de Alagoas
– Foto: Ailton Cruz / Gazeta de Alagoas
– Foto: Ailton Cruz / Gazeta de Alagoas
– Foto: Ailton Cruz / Gazeta de Alagoas
– Foto: Ailton Cruz / Gazeta de Alagoas
– Foto: Ailton Cruz / Gazeta de Alagoas
– Foto: Ailton Cruz / Gazeta de Alagoas

fonte: gazetaweb

Compartilhe essa informação

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Comente