A Hora da Notícia

Covid-19: Maceió começa a vacinar jovens com 19 anos nesta quinta-feira

Gif-728x90-Master
BANNER-ANUNCIO-AHORADANOTICIA-JAND (2)

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Dando continuidade a vacinação contra a Covid-19, a Prefeitura de Maceió ampliou a faixa etária. A partir desta quinta-feira (19), jovens com 19 anos ou mais e sem comorbidades poderão receber o imunizante em um dos pontos fixos da capital. A 1ª dose para pessoas com 20 anos ou mais também foi retomada na noite desta quarta (18), por meio do Corujão da Vacina, que funciona até as 21h.

Para evitar aglomerações e grandes filas, a imunização inicia nesta quinta (19) para jovens com nomes iniciados pelas letras de A a G. Na sexta (20), os jovens de 19 anos com iniciais H a N poderão se vacinar e, no sábado (21), é a vez das pessoas com iniciais de O a Z.

A primeira dose estará disponível em todos os pontos, com o reforço do Corujão da Vacina, das 9h até as 21h, nos drive-thrus da Justiça Federal e do Jaraguá e nos shoppings Maceió (Mangabeiras) e Pátio (Benedito Bentes). Os outros quatro pontos, que são os da Praça Padre Cícero (Benedito Bentes), Papódromo (Vergel), Terminal do Osman Loureiro e Ginásio Arivaldo Maia (Jacintinho), seguem funcionando das 9h às 16h.

A segunda dose da vacina também está sendo aplicada nos pontos de vacinação. As pessoas que vão completar o ciclo vacinal com a CoronaVac devem comparecer exclusivamente ao Shopping Pátio. Já quem vai tomar segunda dose da AstraZeneca ou Pfizer pode comparecer a qualquer um dos pontos.

Documentos necessários

Para receber a primeira dose, os jovens devem apresentar um documento de identificação com foto, CPF e comprovante de residência (original e cópia). As gestantes devem apresentar prescrição médica e puérperas (com até 45 dias após o parto) uma declaração de nascimento do bebê.

Para a segunda dose, o cidadão precisa apresentar apenas o documento de identificação com foto e o cartão de vacinação. Quem perdeu o cartão pode solicitar a segunda via no posto onde tomou a primeira dose. Pessoas com deficiência visual que ao tomar a primeira dose tenham recebido o cartão convencional podem solicitar a substituição pelo cartão em braile no ponto onde forem tomar a segunda dose.

Gestantes e puérperas que tomaram a primeira dose da AstraZeneca e tomarão a segunda dose da Pfizer devem apresentar, no momento da vacinação, a recomendação médica, além de assinar uma autodeclaração no local da imunização.

fonte: Gazetaweb

Compartilhe essa informação

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Comente