A Hora da Notícia

De novo no radar, CPI fez engajamento de Renan Calheiros disparar nas redes sociais

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
PRESTAÇÃO DE CONTAS

De novo no radar, CPI fez engajamento de Renan Calheiros disparar nas redes sociais

O senador Renan Calheiro sempre foi ativo nas redes sociais, mas sem dúvida a CPI da Pandemia vem proporcionando um crescimento além da expectativa dos próprios membros. Não somente Calheiros, mas os outros integrantes da CPI viram o número de seguidores e engajamento subir nos últimos dias.

Esse curto período, o senador alagoano parece ter driblado a imagem da “velha política” e “bombou” nas redes sociais. Segundo dados divulgados pelo SBT News, desde a instalação da comissão, o parlamentar aproveitou a boa fase, conseguiu transformar comentários negativos em positivos ou neutros, e já ganhou quase 30 mil seguidores no Twitter.

Os relatórios de monitoramento do perfil do emedebista que mostram que, na semana de instalação do colegiado, entre 23 e 29 de abril, das 100 mil interações, quase metade era negativa, com 47%.

Entre as pessoas alcançadas pelas publicações do Renan, o “sentimento” dos internautas ainda era desfavorável. Na prática, comentários coletados na plataforma são “sentimentalizados” entre positivo, negativo e neutro, e o que acontece nos bastidores da CPI também tem impacto nas redes sociais. O período foi justamente aquele em que aliados do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) tentavam retirar o senador da relatoria. Em uma batalha judicial, o parlamentar saiu vitorioso, a contragosto dos bolsonaristas.

Já o último monitoramento, feito entre 21 e 27 de maio, revela que, dos 60 mil comentários, 36% eram negativos. Nos bastidores, o próprio Renan brinca e comemora sobre o fato de “estar de novo no radar” atualmente. Político alagoano com uma ampla vida pública, foi atacado nas eleições de 2018 por aqueles que defendiam a “nova política”. Depois, veio a disputa pela Presidência do Senado, na qual Renan era o favorito. Mas o governo conseguiu emplacar Davi Alcolumbre (DEM-AP) e retirou o parlamentar da linha de chegada.

Desgastado, recuperou o fôlego e chamou a atenção dos holofotes em meio à pandemia. Renan decidiu, inclusive, usar as redes sociais para consultar a população sobre quais perguntas deveria fazer ao ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello.

No Instagram, acumulou 81 mil visualizações e recebeu 26 mil sugestões. Durante a CPI, sempre que uma pergunta foi feita por algum seguidor, o senador faz questão de indicar que “veio de um internauta”.
Fonte – Cada Minuto

politica #politicaalagoana

fonte: blog.politicaalagoana.com.br

Compartilhe essa informação

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Comente