A Hora da Notícia

Deputado diz ter provas que gestão de Ayres financia pré-campanha política em vários municípios de Alagoas

Teste Banner Anuncio Titulo Post

Igor Pereira/ALE

O deputado estadual Antônio Albuquerque (PTB) garantiu ter provas de que a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) estaria patrocinando pré-campanha eleitoral em diversos municípios do interior de Alagoas. Segundo ele, o financiamento é comandado pelo secretário Alexandre Ayres, sendo o próprio gestor o principal beneficiado.

A fala do parlamentar foi registrada na sessão ordinária da Assembleia Legislativa, na manhã de terça-feira (31), em contribuição ao pronunciamento do deputado Davi Maia (DEM) em que novas denúncias contra a gestão Ayres foram reveladas.

De acordo com Albuquerque, o patrocínio da Sesau para a provável campanha política antecipada no interior é de domínio público, sendo conhecida por todas as lideranças que atuam nos municípios.

“Há uma campanha eleitoral forte, determinada e cara em muitas cidades do interior, cujo patrocínio é da Sesau. Quem tiver dúvidas sobre o que estou falando, pode me procurar no gabinete que tenho provas para mostrar”, assegurou o petebista.

O decano não revelou detalhes de como se dá o envolvimento direto da pasta – e do gestor – no financiamento da pré-campanha e em quais municípios a prática estaria acontecendo. Nos últimos dias, a Sesau está sendo alvo de um verdadeiro bombardeio de denúncias sobre irregularidades. Os deputados acusam Alexandre Ayres de ‘perder o foco’ no enfrentamento à Covid para trabalhar em causa própria, visando à disputa eleitoral no ano que vem.

Vários parlamentares, a exemplo de Davi Maia, Cabo Bebeto (PTC) e Dudu Ronalsa (PSDB), dizem que o secretário está utilizando a estrutura do órgão para nomear futuros cabos eleitorais e beneficiar seus apadrinhados. Ayres, até agora, não se pronunciou a este respeito.

Na sessão plenária do Legislativo, nesta terça-feira, Antonio Albuquerque afirmou que, diante de tantas acusações, fica até difícil de acreditar na ousadia e no desrespeito contra a sociedade alagoana. “Eu não tenho, neste momento, como testemunhar sobre a veracidade ou contestar as denúncias. Mas, uma coisa é de domínio público. Há uma campanha eleitoral nos municípios do interior sendo paga pela Secretaria de Estado da Saúde”, completou.

fonte: Gazetaweb

Compartilhe essa informação

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Comente