A Hora da Notícia

Em live, Bolsonaro diz que salário mínimo será de R$ 1.212 a partir de janeiro

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
Teste Banner Anuncio Titulo Post

Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou nessa quinta que o salário mínimo será de R$ 1.212 a partir de 1º de janeiro de 2022. A declaração foi feita durante transmissão ao vivo nas redes sociais, mas a MP (Medida Provisória) que oficializa o novo valor ainda não foi publicada.

A atualização apenas repõe a inflação verificada em 2021, sem aumento real. O novo valor é R$ 112 maior que o salário mínimo que vigorou durante este ano, de R$ 1.100, e acima do que havia sido previsto originalmente no Orçamento do próximo ano.

Na proposta enviada pelo governo ao Congresso em agosto, a projeção para o mínimo era de R$ 1.169. No texto aprovado pelos parlamentares no dia 21, no entanto, o valor era de R$ 1.210. A variação é pela previsão de uma inflação maior.

Pela Constituição, o governo é obrigado a corrigir o valor do salário mínimo ao menos pela inflação acumulada no último ano. A referência usada é a do INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), indicador do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), que só será divulgado em 11 de janeiro.

O governo está usando a mesma previsão utilizada pelo relator do Orçamento, Hugo Leal (PSD-RJ), de 10,18%, a partir de cálculos do mercado financeiro. Caso o índice oficial seja maior, o governo pode, em tese, aumentar o valor do salário mínimo.

Em 2021, porém, isso não aconteceu. O governo de Jair Bolsonaro aplicou um índice de 5,26% no fim de 2020 para estabelecer o mínimo de R$ 1.100. O INPC divulgado posteriormente foi de 5,45%, o que significa que o valor deveria ter ido para R$ 1.102 para repor toda a inflação. A promessa do Ministério da Economia era de que os R$ 2 adicionais seriam incorporados ao mínimo de 2022.

fonte: tnh1

Compartilhe essa informação

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Comente