A Hora da Notícia

Entidades médicas divulgam manifesto em defesa do uso de máscaras

Cópia de sua marca aqui (2)
BANNER-ANUNCIO-AHORADANOTICIA-JAND (1)

FOTO: Reprodução

Depois da manifestação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) que voltou a questionar uso de máscaras, na semana passada, em sua live semanal, 45 entidades médicas divulgaram um manifesto neste domingo (28) reforçando a importância do uso de máscaras no combate à Covid-19. A reação ocorre num momento em que hospitais de vários estados estão a beira de um colapso no atendimento.

A nota foi divulgada três dias depois de o presidente Jair Bolsonaro ter criticado o uso de máscaras, em uma live. Na ocasião, ele citou “um estudo de uma universidade alemã” para desestimular o uso que, na verdade, se tratava de uma enquete online pouco rigorosa.

“Direcionamentos contrários (ao uso das máscaras) desconstroem, confundem e agravam a situação do país”, afirmaram as entidades.

Na nota deste domingo, os médicos destacaram ainda outras medidas necessárias contra a disseminação da doença, como o distanciamento físico, o não compartilhamento de objetos de uso pessoal e a higienização das mãos.

E afirmaram que a vacinação no país ainda “caminha em passos lentos” e de “forma descontínua retardando seus efeitos benéficos”. Até este sábado, 3,09% da população brasileira já havia sido vacinada.

Vídeos: coronavírus – perguntas e respostas

Mutação, variante, cepa e linhagem: entenda o que significam os termos

“É urgente que as medidas efetivas para diminuir a transmissão da doença sejam assumidas pela população como compromisso social para diminuir a possibilidade do surgimento de novas variantes do vírus e o colapso total dos serviços de saúde de todo país”, alertou. Confira a íntegra mais abaixo.https://b66d5da016430de77cdb34fe2dcceba1.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

Ocupação dos leitos

Na sexta-feira (26), um boletim divulgado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) apontou que o Sistema Único de Saúde (SUS) vive o seu momento mais crítico desde o início da pandemia, com uma ocupação de mais de 80% dos leitos de UTI, em pelo menos 17 capitais de todas as regiões do país.

Em algumas dessas cidades, a taxa de ocupação dos leitos de UTI para adultos ultrapassam os 90%. A situação é pior, por exemplo, em Porto Velho, Rondônia, onde já não há mais leitos disponíveis pelo SUS, assim como em Florianópolis, com mais de 96% de lotação dos leitos.

No sábado, o Brasil ultrapassou 254 mil mortes por Covid-19 e atingiu a maior média móvel diária de óbitos, de 1.180. Já os casos de infecção passam de 10,5 milhões, segundo balanço do consórcio de veículos de imprensa.

Confira nota na íntegra:

As 45 Sociedades médicas que assinam esse manifesto, fazem um apelo à população brasileira e sociedade civil, reforçando a importância imprescindível do uso de máscaras, além do cumprimento de outras ações para contenção da pandemia da Covid-19, como o distanciamento físico, não compartilhamento de objetos de uso pessoal e a higienização das mãos.

Máscaras são instrumentos eficazes para a redução da transmissão de vírus respiratórios e são preconizadas na atual pandemia para uso, não apenas por profissionais da saúde no cuidado de indivíduos com suspeita ou diagnóstico de COVID-19, mas por todos. O uso correto da máscara é a ação pessoal com efeito coletivo fundamental para diminuir a circulação do vírus da COVID-19 que assola o país neste momento.https://b66d5da016430de77cdb34fe2dcceba1.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

No dia 25 de fevereiro de 2021 atingimos a marca de mais de 250 mil mortes por COVID19 no Brasil, sendo 1582 mortes em um único dia, uma morte por minuto. Os hospitais da rede pública e privada de muitos municípios do Brasil encontram-se com a ocupação quase máxima, podendo levar ao risco, a vida daqueles que necessitem de assistência médica hospitalar por qualquer doença. A vacinação ainda caminha em passos lentos e de forma descontínua retardando seus efeitos benéficos.

É urgente que as medidas efetivas para diminuir a transmissão da doença sejam assumidas pela população como compromisso social para diminuir a possibilidade do surgimento de novas variantes do vírus e o colapso total dos serviços de saúde de todo país.

Acreditamos que é de suma importância este posicionamento público, de entidades competentes, em orientar a população com informações seguras e baseadas na ciência, de forma clara e convergente. Direcionamentos contrários desconstroem, confundem e agravam a situação do país.

Assinam esse manifesto:

1.Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia

2.Associação Alagoana de Doenças do Tórax

3.Associação Amazonense de Pneumologia e Cirurgia Torácica

4.Associação Brasileira de Alergia e Imunologia

5.Associação Brasileira de Medicina Física e Reabilitação

6.Associação Brasileira de Transplante de Órgãos

7.Associação Brasiliense de Medicina da Família e Comunidade

8.Associação Catarinense de Pneumologia e Tisiologia

9.Associação de Medicina Intensiva Brasileira

10.Associação de Medicina Intensiva do DF

11.Associação de Pneumologia e Cirurgia Torácica do Rio Grande do Norte

12.Associação Maranhense de Pneumologia e Cirurgia Torácica

13.Associação Médica de Brasilia

14.Associação Paraense de Pneumologia e Tisiologia

15.Associação Paranaense de Pneumologia e Tisiologia

16.Associação Paulista de Medicina de Família e Comunidade

17.Associação Pernambucana de Pneumologia e Tisiologia

18.Faculdade de Medicina de Botucatu / Unesp

19.Sociedade Brasileira de Anestesiologia

20.Sociedade Brasileira de Cardiologia

21.Sociedade Brasileira de Cirurgia Torácica

22.Sociedade Brasileira de Dermatologia

23.Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia

24.Sociedade Brasileira de Hepatologia

25.Sociedade Brasileira de Infectologia

26.Sociedade Brasileira de Nefrologia

27.Sociedade Brasileira de Patologia

28.Sociedade Brasileira de Patologia Clínica / Medicina Laboratorial

29.Sociedade Brasileira de Pediatria

30.Sociedade Brasileira de Reumatologia

31.Sociedade Brasileira de Trombose e Hemostasia

32.Sociedade Brasileira para a Qualidade do Cuidado e Segurança do Paciente

33.Sociedade Brasiliense de Doenças Torácicas

34.Sociedade Brasiliense de Reumatologia

35.Sociedade Cearense de Pneumologia e Tisiologia

36.Sociedade de Pneumologia da Bahia

37.Sociedade de Pneumologia do Espírito Santo

38.Sociedade de Pneumologia e Tisiologia do Mato Grosso

39.Sociedade de Pneumologia e Tisiologia do Rio de Janeiro

40.Sociedade de Pneumologia e Tisiologia do Rio Grande do Sul

41.Sociedade Goiana de Pneumologia e Tisiologia

42.Sociedade Mineira de Pneumologia e Tisiologia

43.Sociedade Paraibana de Tisiologia e Pneumologia

44.Sociedade Paulista de Infectologia

45.Sociedade Paulista de Pneumologia e Tisiologia

46.Sociedade Paulista de Reumatologia

Fonte: Gazetaweb

Compartilhe essa informação

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Comente