A Hora da Notícia

Entrada de Lula não altera disputa majoritária em Alagoas

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
PRESTAÇÃO DE CONTAS

Entrada de Lula não altera disputa majoritária em Alagoas

Lula absolvido, sendo assim elegível, e um país com a política em efervescência. Com a decisão de segunda-feira, 8, do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin de anular todas as condenações impostas pela Justiça Federal do Paraná ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na Operação Lava Jato, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) teria um candidato populista à altura. Ou não?

Para o analista político Marcelo Bastos, o quadro eleitoral sofreu mudanças consideráveis para o pleito de 2022 tanto no Brasil quanto em Alagoas. “Com a possível candidatura de Lula, o país irá ver novamente uma eleição polarizada entre a esquerda e a direita. Mais uma vez, o Brasil vai ficar dividido”, destacou. Outra consequência que a candidatura petista irá trazer às eleições é que os candidatos do centro não terão nenhuma chance. Doria, Luciano Huck, Sérgio Moro e o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), segundo o analista, se tornariam “cartas fora do baralho”.

“Esses teriam alguma possibilidade, sem Lula, embora não estejam bem aspectados nas pesquisas. Mas com a volta do ex-presidente, esses serão apenas coadjuvantes no processo”, disse. A volta de Lula no cenário político também eliminaria candidatos de esquerda que poderiam se aproveitar dos eleitores do PT. “Ciro Gomes, Guilherme Boulos e Marina Silva passam também a não ter nenhuma chance”.
Fonte – Extra

#politica #politicaalagoana

fonte: blog.politicaalagoana.com.br

Compartilhe essa informação

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Comente