A Hora da Notícia

Expansão da banda larga pública em Alagoas vai beneficiar mais 11 munícipios

Cópia de sua marca aqui (2)
BANNER-ANUNCIO-AHORADANOTICIA-JAND (2)

RNP e PoP-AL detalham incrementos técnicos para anel de fibra óptica que deve chegar a 5.500 Km até o final de 2026

 Fotos: Naísia Xavier / Ascom Fapeal
Naísia Xavier / Ascom Fapeal

A Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), organização social ligada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação anunciou expansão do anel de fibra óptica para conectividade em banda larga para 11 municípios alagoanos. Os detalhes técnicos da obra foram anunciados durante mesa redonda em evento organizado pelo Ponto de Presença da RNP em Alagoas (PoP-AL), abrigado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado (Fapeal).

Os municípios contemplados com a expansão da fibra óptica são: Arapiraca; Batalha; Delmiro Gouveia; Marechal Deodoro; Messias; Piranhas; Satuba; Santana do Ipanema; São Miguel dos Campos; Rio Largo; e Maceió. Nestas cidades, os upgrades (atualizações e melhorias na rede) já foram iniciados.

A banda disponibilizada será de 10GB a 100GB de velocidade, de acordo com a demanda de cada cidade. O critério é a presença de campi federais (Universidade Federal de Alagoas e Instituto Federal de Alagoas) e estaduais (Universidade Estadual de Alagoas e Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas). Até o momento, 22 campi em todo o estado aguardam conexão com o PoP-AL.

Para o coordenador-geral do PoP Alagoas, e assessor-executivo de Gestão Interna da Fapeal, Georgine Neri comenta, os benefícios destes serviços são relevantes para os municípios.

“A gente está em processo de transformação desse novo ambiente, e, trabalhando para essa transformação. Esse processo não é só do PoP-AL e da Fapeal, mas de todo aquele que se beneficia do serviço prestado pela RNP, que não é só conectividade. São diversos serviços e o que a gente espera do PoP 2024 é estruturar um modelo de gestão e captar novos clientes”, pondera o gestor.

Na coordenação-técnica do PoP-AL, Bruno Cavalcante adianta que entre os meses de junho e julho deste ano serão ativados e distribuídos da plataforma 100gb.

“Graças a uma redundância subterrânea, localizada principalmente na Avenida Fernandes Lima [em Maceió], a disponibilidade de entrega do link para os clientes sobe de 4GB para 100GB efetivos. Atualmente, o PoP possui um backbone [um intermediário na transmissão de mensagens e dados entre redes locais] de 100 GB, mas, infelizmente, não conseguíamos escoar essa conectividade, devido a limitação de 10 GB dos equipamentos atuais. A partir de agora, por exemplo, não teremos tanto medo de um ônibus bater em algum poste porque a fibra vai estar vindo através da rota subterrânea. Além disso, teremos o recebimento de novos equipamentos”, informa.

Já entre agosto e novembro deste ano, o PoP-AL fará um redesenho do que vai ser tecnicamente necessário para aplicar um cronograma junto às instituições beneficiadas.  “Porque cada instituição tem a sua realidade, isso vai ser uma coisa negociada e agendada, até que, aos poucos, toda a rede esteja na sua nova infraestrutura, uma nova rede alagoana, que vai realmente fazer a diferença para todos os seus participantes. E, por fim, teremos a implantação dos equipamentos que ficam na ponta, roteadores de acesso dos clientes”, complementa o analista de redes.

Uma dessas instituições beneficiadas será a Universidade Estadual de Ciência da Saúde (Uncisal). O gestor de tecnologia da informação, Ziraldo Cardoso comenta que os avanços são significativos.

“A gente tem todo esse aparato assistencial que atende o estado todo e muita gente. E a RNP está em tudo que a Uncisal consome hoje, em todos os sistemas. A Uncisal tem um data center próprio e toda o consumo está na fibra da RNP. A Uncisal hoje consegue ter dependência de infraestrutura online e consegue fazer essa entrega de serviços com muito mais flexibilidade e tranquilidade porque a RNP oferece isso para a gente”, observa. 

Saiba mais

O PoP-AL, atualmente, atende 38 locais, de instituições diversas, em todo o estado. Os anúncios foram feitos durante o Workshop de Tecnologia de Redes (WRT) realizado no Centro de Inovações de Jaraguá, entre 15 e 17 de maio. O evento atraiu 534 participantes registrados, incluindo estudantes.

O propósito foi informar e qualificar os profissionais das instituições clientes, parceiros e fornecedores do PoP-AL a respeito dos incrementos da rede em Alagoas, que entraram em vigor desde o dia 15 e devem continuar sendo executados até o final de 2026, quando o PoP-AL espera ter um anel óptico de 5.500 Km de fibra, conectando os 12 municípios mencionados.

fonte: https://alagoas.al.gov.br/

Compartilhe essa informação

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Comente