A Hora da Notícia

Fila de espera por transplante de órgãos em Alagoas aumenta 79%

Teste Banner Anuncio Titulo Post

Reprodução

Dados da Central de Transplantes de Alagoas mostram que a fila de espera por órgãos para doação este ano em Alagoas tem 476 pessoas, um aumento de 79,2% quando se compara o registrado no mesmo período de 2020, com 377. O percentual é resultado ainda da pandemia do novo coronavírus que levou à queda desses procedimentos.

Das 476 pessoas que aguardam doação de órgãos em 2021, pouco mais de 340 (córneas), 125 (rins), dois (coração) e três (fígado), procedimento que começou a ser realizado em maio deste ano no estado (primeiro paciente foi Jorge Ricardo, 57 anos, vítima de cirrose, em decorrência de uma hepatite. Ele recebeu o órgão de uma enfermeira que tinha 43 anos e foi vítima de um Acidente Vascular).

Em relação aos transplantes, este ano, o panorama aponta que ocorreram 45 procedimentos em Alagoas, sendo 43 de córneas. Um aumento importante em relação ao mesmo período de 2020 que teve somente 26 procedimentos (todos de córneas), queda ocorrida por causa da pandemia de Covid-19.

Para ser um possível doador de órgãos, é preciso que seja diagnosticada a morte encefálica desse paciente, que ficará mantido em ventilação mecânica e com drogas vasoativas, para que os órgãos permaneçam viáveis para serem transplantados para outra pessoa.

Em fevereiro de 2021, a Gazeta já mostrava a gravidade da situação: o número de transplantes realizados em Alagoas tinha reduzido 58% em 2020, na comparação com 2019.https://1e18b611de635c92c40472c1a674bcb7.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Em razão da Covid-19, o Ministério da Saúde determinou que os potenciais doadores passassem pelo teste para averiguar se estavam com o coronavírus. Com isso, mesmo que atendessem aos pré-requisitos para doar, caso estivessem infectados, a doação era vetada. A medida impactou diretamente no número de transplantes e aumentou a fila de espera.

Reportagem da Agência Brasil apresentou números que apontam que entre março e dezembro de 2020 foram realizados, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), 13.042 transplantes em todos os estados, contra 23.360 procedimentos efetuados em 2019. Os dados indicam queda de 10.318 transplantes no período, em função da pandemia do novo coronavírus.

fonte: Gazetaweb

Compartilhe essa informação

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Comente