A Hora da Notícia

Jaciobá conquista vitória inédita na Copa Alagoas em partida quente contra o CSE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
prefeitura junho

Reprodução/ElevenSports

O CSE recebeu o Jaciobá pela Copa Alagoas, na noite desta terça-feira (15). a partida aconteceu às 20h no Estádio Juca Sampaio, em Palmeira dos Índios.

O Jaciobá venceu a partida com o resultado de 1×0, com o gol de Caranguejo aos 40 minutos do primeiro tempo. O gol e a vitória são resultados inéditos para o Azulão do Sertão. O CSE não tinha sofrido nenhum gol na Copa Alagoas até então, o clube Tricolor tem 10 pontos, sendo assim o líder do Grupo B, mesmo com a derrota na noite desta terça-feira. O Jaciobá, por sua vez, saiu do zero a zero (literalmente) e conquistou seus primeiros três pontos na Copa Alagoas, agora, o clube tem 4 pontos e é o 5º colocado no Grupo A.

Primeiro Tempo

O CSE entrou melhor em campo, começando a partida mais forte e mais organizado, pressionando muito a defesa do Jaciobá, que utilizou como estratégia uma retranca bruta, deixando em certos momentos até 10 jogadores no campo de defesa.

Mesmo com a pressão Tricolor, o Jaciobá resistiu, mantendo a defesa como objetivo principal e tentando se aproveitar dos erros na marcação para tentar concluir uma jogada de ataque.

Aos 15’, o zagueiro Moura, do Jaciobá, derrubou o lateral Kalu, do CSE, e recebeu o primeiro cartão amarelo da partida, deixando os ânimos mais quentes e a partida mais viva. Pouco tempo depois, a partida foi bastante faltosa, o Jaciobá entregou muitas cobranças de bola parada para o Tricolor bater. O CSE, por sua vez, mesmo tendo mais posse de bola, não conseguiu a objetividade suficiente para converter o gol.

Aos 14’ Thiago Souza, estreante da noite, teve outra oportunidade, desta vez de cabeça, após a bola chegar tranquila da lateral direita, mas a bola acabou indo para a linha de fundo. O CSE pressionou mais durante a primeira etapa, mostrando superioridade, já que é o líder do Grupo B da Copa Alagoas.

Aos 40’ a meta do CSE foi balançada, mesmo com a pressão Tricolor, em um erro de marcação, o número 9 da equipe do Jaciobá Caranguejo aproveitou, e encontrou uma oportunidade, ficou livre da marcação e chutou forte para o fundo do gol, deixando sem chance pro goleiro Leo. Caranguejo marcou o primeiro gol do Jaciobá em 2022, que começou muito mal a competição, somando 1 ponto somente na tabela.

Durante o primeiro minuto de acréscimo, uma jogada confusa criou uma polêmica em campo, após um ataque do CSE, o juiz apontou para a marca do pênalti e ao mesmo tempo, o bandeirinha marcou escanteio, tirando o foco da partida para a lambança da arbitragem, no fim, o juizão voltou atrás e reconheceu o escanteio como a decisão correta na jogada.

O primeiro tempo foi finalizado aos 52 minutos e com o resultado de 1×0 para o Jaciobá, os jogadores saíram de campo comemorando e se abraçando, já que o clube não venceu nenhuma partida oficial na temporada de 2022. O CSE pressionou mais, teve mais posse de bola mas, após o gol, o time ficou nervoso e acabou perdendo rendimento na partida.

Segundo Tempo

O segundo tempo começou com pressão dos dois lados, mesmo com a superioridade do CSE, o Jaciobá começou a gostar da partida, infiltrando mais na zona de ataque Tricolor e tentando descidas mais perigosas no contra-ataque.

No início da etapa complementar, aos 5’ Michel, o camisa 6 do Jaciobá recebeu o segundo cartão amarelo da partida por fazer cera na hora de cobrar o arremesso lateral.

A partida permaneceu sob pressão do CSE na área de defesa do Jaciobá, o clube Azul, que por sua vez manteve a estratégia de fechar a zaga e impossibilitar as entradas do Tricolor.

Aos 20’ da etapa complementar, Rudinei Pereira, camisa 5 do Jaciobá recebeu o terceiro cartão amarelo, também por tentar ganhar tempo na hora de cobrar uma falta no campo de defesa. Rudinei recebeu o segundo cartão amarelo e acabou sendo expulso, por reclamação com a arbitragem, o jogador saiu aos 26 minutos do segundo tempo e enquanto saía, fez mais uma cera, retirando a chuteira e proteções ainda em campo, usando como artifício para atrasar uma cobrança de falta.

Com a retranca do Azulão do Sertão, o CSE tentou muito de todas as formas, batendo de longe, infiltrações aéreas e aproveitando as bolas paradas, já que houveram muitas faltas.

Durante a confusão que expulsou Rudinei, outros dois jogadores receberam cartão amarelo, justamente pelo atraso e troca de xingamentos. Pena, jogador do CSE, recebeu o amarelo e do lado azul, Joãozinho recebeu o cartão amarelo, foi amarelo em dose dupla!

Aos 34’ o estreante Thiago Souza assustou o goleiro Emanuel em uma jogada pela esquerda, onde ele tentou com um chute muito forte que foi paralizado pela zaga do Jaciobá, porém, a surpresa veio após o desvio da bola, Thiago Souza enxergou a bola por cima e armou uma bicicleta para finalizar, mas a bola foi pra fora, um lance perigoso que acabou sendo desperdiçado.

Aos 36’, Marcos Antônio deu um carrinho violento em Batatinha, jogador do Jaciobá e acabou recebendo o sétimo cartão amarelo da partida.

O Azulão do Sertão, que não tinha vencido ainda, aproveitou o primeiro gol e começou a usar muito dos atrasos, o atendimento médico entrou em campo cerca de oito vezes, valorizando ainda mais as paralisações.

Mesmo com a superioridade da equipe de Palmeira dos Índios, o Jaciobá soube aproveitar melhor as oportunidades, deixando o CSE nervoso e sem a possibilidade de marcar o tento de empate.

Os minutos finais da partida foram intensos, com muitas cobranças perigosas, duas faltas a favor do CSE a poucos metros da meta azulina, porém, não foram convertidas. A partida foi finalizada aos 53 minutos, entregando o título de campeão da partida nas mãos do Jaciobá, com o primeiro gol na temporada de 2022.

fonte: Gazetaweb

Compartilhe essa informação

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Comente