A Hora da Notícia

Justiça do RJ dá 48 horas para CBF explicar por que seleção não usa o número 24

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
PRESTAÇÃO DE CONTAS

Ricardo Nogueira / CBF

O Tribunal de Justiça do Rio deu prazo de 48 horas para a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) explicar o motivo de a seleção brasileira ser a única que disputa a Copa América a não usar o número 24 para identificar seus jogadores. A decisão é do juiz Ricardo Cyfer, da 10ª Vara Cível, que também fixou multa diária de R$ 800, que incidirá pelo prazo de 30 dias, podendo ser renovada e/ou majorada, caso a confederação não responda.     

Por nota, a CBF informou que ainda não foi notificada sobre o prazo de 48 horas, mas que está ciente da ação, e que a defesa está preparando os devidos esclarecimentos solicitados.

A ação foi movida pelo Grupo Arco Íris de Cidadania LGBT – associação sem fins lucrativos que representa os direitos da comunidade LGBTQIA+. Na petição, apresentada pelo advogado Carlos Nicodemos, o grupo questiona “o fato de a numeração da seleção brasileira pular o número 24, considerando a conotação histórica cultural envolta nesse número de associação aos gays deve ser entendido como uma clara ofensa à comunidade LGBTI+ e como uma atitude homofóbica.”

No documento, o Grupo Arco Íris de Cidadania LGBT também reafirma a necessidade de o esporte, sobretudo os tradicionais do universo masculino, atuarem na luta contra o preconceito à comunidade LGBTQIA+.

“Da mesma forma, tem se mostrado cada vez com maior clareza o importante papel que a adoção de medidas afirmativas no âmbito das práticas esportivas exercem para o incremento dessa luta, com ênfase para aqueles esportes tradicionalmente considerados no universo masculino”, destacou o grupo.

Confira as perguntas que a CBF precisará

  • A não inclusão do número 24 no uniforme oficial nas competições constitui uma política deliberada da interpelada?
  • Qual o departamento dentro da interpelada que é responsável pela deliberação dos números no uniforme oficial da seleção?
  • Em caso negativo, qual o motivo da não inclusão do número 24 no uniforme oficial da interpelada?
  • Existe alguma orientação da Fifa ou da Conmebol sobre o registro de jogadores com o número 24 na camisa?
  • Quais as pessoas e funcionários da interpelada que integram este departamento que delibera sobre a definição de números no uniforme oficial?

fonte: Gazetaweb

Compartilhe essa informação

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Comente