A Hora da Notícia

Lula lidera corrida à presidência e alagoanos desaprovam gestão de Bolsonaro, aponta pesquisa

Teste Banner Anuncio Titulo Post

Lula e Bolsonaro / Foto: Montagem/Istoé

O Instituto Ibrape, em parceria com o Portal CadaMinuto, saiu às ruas entre os dias 21 e 24 de julho de 2022 e fez a segunda das cinco rodadas de pesquisas perguntando em quem o alagoano vai votar para a Presidência da República.

Foram entrevistadas 1.992 pessoas em todas as regiões de Alagoas, e a margem de erro do levantamento é de 2,2% para mais ou para menos. A pesquisa está registrada no TSE sob os números AL-02634/2022 BR-03465/2022.

No cenário estimulado, a pesquisa perguntou em quem o alagoano irá votar para o cargo de presidente da República nas eleições deste ano.

O ex-presidente Lula aparece na frente com ampla vantagem, sendo a preferência de 57% dos entrevistados. Em seguida, vem Jair Bolsonaro com 30%, Ciro Gomes com 2% e André Janones com 1%.

5% dos entrevistados não souberam responder e 5% votariam em branco ou nulo.

Em relação à última pesquisa Ibrape/CadaMinuto, Lula e Bolsonaro subiram um ponto percentual cada. O candidato petista passou de 56% para 57%, enquanto o presidente passou de 29% para 30%.

André Janones e Ciro Gomes permaneceram com o mesmo percentual de votos, 1% e 2%, respectivamente.

O número de indecisos caiu de 8% para 5%, enquanto os eleitores que irão votar branco ou nulo aumentaram de 4% para 5%.

Avaliação do presidente

A pesquisa Ibrape/CadaMinuto também fez um levantamento sobre como os alagoanos avaliam a gestão de Jair Bolsonaro frente à presidência.

À pergunta “Como avalia o governo do presidente Jair Bolsonaro?”, 61% dos entrevistados responderam ruim ou péssimo, 31% avaliaram como ótimo ou bom e 7% com regular.  

1% não soube responder.

Perguntados se aprovam ou desaprovam a gestão de Bolsonaro, 62% dos alagoanos responderam que desaprovam, enquanto 36% aprovam. 2% não sabem ou preferiram não opinar.

fonte: cadaminuto.com.br

Compartilhe essa informação

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Comente