A Hora da Notícia

Maceió inicia vacinação de trabalhadores da saúde com 40 anos ou mais nesta quarta-feira

Aplicação das doses acontece das 9h às 16h, nos oito postos espalhados pela capital
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
PRESTAÇÃO DE CONTAS

Vacinação para os trabalhadores da saúde será feita com lote de imunizantes remanescentes da Secretaria Municipal de Saúde. foto: Secom Maceió

A Prefeitura de Maceió ampliou mais uma vez a vacinação para trabalhadores da saúde. A partir desta quarta-feira (31), profissionais da saúde com 40 anos ou mais poderão receber o imunizante contra a Covid-19. A aplicação das doses acontece das 9h às 16h.

Para a vacinação, o público-alvo poderá escolher um dos oito postos espalhados por Maceió: drive-trhu do estacionamento de Jaraguá, drive-trhu da Justiça Federal (Serraria), Maceió Shopping (Mangabeiras), Pátio Shopping (Cidade Universitária), Praça Padre Cícero (Benedito Bentes), Praça do Terminal do Osman Loureiro, área externa do Ginásio Arivaldo Maia (Jacintinho) e Papódromo (Vergel do Lago).

Além dos trabalhadores da saúde, que serão vacinados com lote de imunizantes remanescentes da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), os idosos com 65 anos ou mais também continuam sendo vacinados. Já os idosos vacinados na etapa equivalente aos de 78 anos ou mais, que tomaram a Coronavac, começaram a receber a segunda dose nesta terça (30).

“É um trabalho árduo para organização, logística e demais aspectos de uma vacinação em massa como essa da pandemia de Covid-19. Mas Maceió tem dado exemplo de compromisso com a população. Hoje, o prefeito anunciou 40 anos ou mais para os trabalhadores de saúde e seguimos avançando”, destacou o secretário municipal de Saúde, Pedro Madeiro.

Documentos

Para vacinação, o trabalhador da saúde precisa apresentar os documentos comprobatórios a seguir:

1 – Os trabalhadores dos serviços de saúde de Maceió elencados nessa etapa precisam levar Declaração de Vínculo Empregatício emitida pelo Diretor-Geral ou Diretor Médico, atestando a condição do trabalhador, contracheque atualizado (mês anterior) ou carteira de trabalho comprovando vínculo ativo;

2 – Trabalhadores de saúde autônomos devem ter em mãos certidão de regularidade do respectivo conselho de classe;

3 – Assistência domiciliar e trabalhadores de serviços funerários precisam estar com a Carteira de Trabalho que comprove o vínculo ativo ou contracheque atualizado (mês anterior).

fonte: Gazetaweb

Compartilhe essa informação

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Comente