A Hora da Notícia

Maceioenses com síndrome de Down começam a se vacinar neste sábado

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
PRESTAÇÃO DE CONTAS

Segundo levantamento, mais de 254 mil pessoas possuem comorbidades no estado foto: Tania Rêgo/Agência Brasil

A Prefeitura de Maceió informou, na noite desta sexta-feira (16), que ampliará novamente a vacinação contra a Covid-19. A partir deste sábado (17), pessoas com síndrome de Down, com idades entre 18 a 59 anos, poderão receber o imunizante. Este é a primeira comorbidade que inicia o processo de imunização.

Após ter sido interrompida na última quarta (14), a aplicação de doses para idosos com 60 anos ou mais será retomada também neste sábado, além dos trabalhadores de saúde com 34 anos ou mais e maceioenses que precisam receber a segunda dose.

As demais pessoas com comorbidades definidas como prioritárias no Plano Nacional de Imunização, com 59 anos ou mais, começarão no próximo domingo (18).

Os doentes renais crônicos em diálise receberão as doses independentemente da idade nos locais onde realizam o tratamento, de acordo com agendamento do hospital, junto ao setor de imunização.

A vacinação ocorre nos oito pontos instalados em Maceió, que são: drive-thrus do estacionamento de Jaraguá e da Justiça Federal (Serraria) e os pontos fixos do Maceió Shopping (Mangabeiras), Pátio Shopping (Benedito Bentes), Praça Padre Cícero (Benedito Bentes), Praça do Terminal do Osman Loureiro, área externa do Ginásio Arivaldo Maia (Jacintinho) e Papódromo (Vergel do Lago), das 9h às 16h.

Confira a documentação para comprovar a comorbidade:

Além de documento com foto e CPF, para efeitos de comprovação da comorbidade alegada, as equipes da SMS poderão considerar a apresentação de quaisquer dos seguintes documentos (original e cópia, que ficará retida) listados abaixo:

– Prescrição médica para a vacina contendo a condição que justifica a imunização;

– Exames específicos que estabelecem o diagnóstico;

– Relatório médico;

– Receitas para terapêutica específica de condições descritas;

– Cadastros em sistemas específicos do Sistema Único de Saúde.

fonte: Gazetaweb

Compartilhe essa informação

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Comente