A Hora da Notícia

Mesmo com proximidade da Semana Santa, comerciantes do Centro Pesqueiro devem evitar reajuste nos preços para atrair consumidores

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
prefeitura junho

Grayce Bernardino/ Gazeta de Alagoas

Comerciantes do Centro Pesqueiro, no bairro de Jaraguá, em Maceió, já estão se preparando para receber a clientela na Semana Santa, que começa no dia 10 de abril e termina no dia 16. É esperado um fluxo maior de pessoas nas próximas semanas, visto a aproximação da data. Além disso, o valor dos produtos não deve sofrer um aumento significativo nesse período, segundo os comerciantes. José Cláudio é comerciante há 35 anos e está otimista. Ele comercializa peixes, camarões e outros frutos do mar.

Com a Semana Santa, o seu local de trabalho passa a ser bastante frequentado, o que anima o trabalhador. “A data é importante para nós, porque trabalhamos com os melhores produtos e todos confiam e aprovam a qualidade. A Semana Santa, sem dúvidas, é um período que movimenta e muito aqui”, declara. Sobre a possibilidade do aumento do preço dos produtos por causa do período de celebração, Cláudio acredita que não haverá uma grande diferença – mesmo em meio à crise -, mas que isso não depende dos comerciantes e, sim, dos fornecedores.

“Se houver um aumento, será de R$ 5, no máximo”, frisou. Ednilza dos Santos trabalha no local há um ano e já nota um fluxo maior de pessoas à procura dos produtos comercializados no local nessa época do ano. “Pela manhã está ficando muito cheio aqui. É muita gente à procura de peixes. E a boa movimentação tende a se estender até o fim do mês, o que é bom para a gente que trabalha no local”, comemorou.

MELHOR PREÇO

Para atrair clientes, Ednilza deve manter os preços atuais. “Acho que os produtos não vão sofrer uma alta abusiva. A expectativa é que o valor atual se mantenha nas próximas semanas. Os fornecedores ainda não indicaram um aumento”.

Para atender a todos os clientes, o Centro Pesqueiro teve o seu horário ampliado e passou a funcionar, desde o último dia 15, até às 17h. Sendo assim, os consumidores podem se preparar de forma antecipada para as compras tradicionais de pescado desta época do ano. O Centro Pesqueiro oferece diversos tipos de peixes e frutos do mar, entre eles: camarão, sururu, maçunim, polvo, filé de siri; e peixes dourada, cioba, arabaiana, ariocó, serra e muitas outras opções

fonte: gazetaweb

Compartilhe essa informação

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Comente