A Hora da Notícia

Moro diz ser contra ampliar lei do aborto em ‘carta aos cristãos’

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
prefeitura junho

RENATO S. CERQUEIRA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

O ex-ministro da Justiça e possível candidato à presidência Sérgio Moro divulgou um documento nesta segunda, 7, denominado “Carta de Princípios aos Cristãos“, no qual afirma que é contrário a uma ampliação do direito ao aborto no Brasil. Atualmente, a lei brasileira prevê o aborto legal em três ocasiões: quando a mãe corre risco de vida ao levar a gestação adiante, quando a gravidez é resultado de um estupro e quando o feto é anencéfalo. “Defenderemos a não ampliação da legislação em relação ao aborto e faremos a defesa da preservação da vida humana em todas as suas manifestações”, diz o texto.

Em outro trecho da carta, Moro se compromete a não divulgar propaganda política em cultos e missas e em não fomentar discurso de ódio. “Respeitaremos e trataremos com dignidade todas as pessoas, religiões e crenças, sem fomentar discursos de ódio, disseminação de preconceitos ou estereótipos contra qualquer pessoa, religiosa ou não”, diz a carta. Outros pontos defendidos na carta são a imunidade tributária das igrejas, a atuação de organizações como as Comunidades Terapêuticas no atendimento a usuários de drogas, e o trabalho de “entidades confessionais ou laicas” voltadas à ressocialização de presos. De acordo com o ex-juiz e ex-ministro, o objetivo do texto é esclarecer as dúvidas sobre as suas ideias.

fonte: jovempan.com.br

Compartilhe essa informação

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Comente