A Hora da Notícia

MP investiga denúncia de existência de servidora fantasma no Tribunal de Contas de AL

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
Teste Banner Anuncio Titulo Post

Divulgação

O Ministério Público de Alagoas (MPAL) instaurou procedimento preparatório para investigar a existência de servidora fantasma no Tribunal de Contas do Estado de Alagoas (TCE/AL). A denúncia que chegou ao órgão dá conta de que uma funcionária pública não presta um dia de serviço, mas recebe os salários regularmente há cerca de 10 anos.

Quando o informe chegou ao conhecimento do MPAL, a promotora Gilcele Dâmaso de Almeida Lima, da 20ª Promotoria de Justiça da Capital, abriu uma notícia de fato, que é uma apuração preliminar do que foi denunciado.

Como providência inicial, ela enviou um ofício à Corte de Contas, pedindo detalhes da rotina de trabalho da servidora, que não teve a identidade revelada. No entanto, o tempo passou sem que nenhuma resposta fosse dada.

Diante da omissão do TCE/AL, a promotora converteu a notícia de fato em procedimento preparatório, com a finalidade de aprofundar a denúncia. A investigação, inclusive, pode acarretar na instauração de inquérito civil ou na propositura de ação civil pública, se alguma ilegalidade for comprovada. Do contrário, a apuração será arquivada.

Um novo ofício, portanto, foi encaminhado à servidora denunciada e ao gabinete do setor onde ela está lotada no Tribunal de Contas. No documento, o MPAL solicita informações necessárias ao esclarecimento do que foi relatado e quais as providências serão tomadas.

A portaria contendo a medida foi publicada na edição desta quarta-feira (27), do Diário Oficial Eletrônico do Ministério Público.

FONTE: GAZETAWEB

Compartilhe essa informação

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Comente