A Hora da Notícia

Na abertura do ano legislativo, Lira defende vacinação e harmonia entre os poderes

Presidente da Câmara disse que é preciso facilitar a autorização de novas vacinas no País Portal Gazetaweb, com Agência Câmara de Notícias
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
PRESTAÇÃO DE CONTAS
Arthur Lira cumprimenta o presidente da República, Jair Bolsonaro, diante do presidente do Congresso, senador Rodrigo Pacheco

No discurso da sessão de abertura dos trabalhos legislativos, nesta quarta-feira (3), o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP), defendeu a vacinação da população brasileira contra a Covid-19. Lira afirmou que os parlamentares precisam unir esforços com os demais poderes para fazer o que estiver ao alcance para facilitar a oferta das vacinas aos brasileiros, como a validação de novos imunizantes.

“Precisamos fazer o que estiver ao nosso alcance para facilitar a oferta de vacinas para os mais vulneráveis neste momento mais dramático, sempre obedecendo aos mais rigorosos padrões sanitários e sem colocar em risco a vida das pessoas, mas abrindo, quem sabe, as opções de novas vacinas que já estão disponíveis nos mercados mundiais”, disse.

Pauta emergencial

Ele destacou que a pandemia fragilizou a economia e que é preciso construir uma pauta emergencial para resguardar a vida dos cidadãos brasileiros, dinamizar a economia, criar novos empregos e preservar o imperativo da responsabilidade fiscal.

Lira voltou a defender a harmonia entre os poderes como forma de superar os problemas da população brasileira. “Comprometo-me a não medir esforços para que tal harmonia se traduza em uma pauta comum em prol de toda a sociedade. A hora é de superar os antagonismos e deixarmos para trás eventuais mágoas e mal-entendidos para sairmos maiores desta crise e para que o povo brasileiro se sinta bem representado por cada um de nós”, disse.

Arthur Lira afirmou que não haverá concentração de poder na Presidência da Câmara e que a pauta será definida em conjunto com os líderes partidários. Ele defendeu ainda a votação de vetos presidenciais pelo Congresso Nacional para destravar a pauta e permitir a votação de temas importantes, como a Lei Orçamentária Anual (LOA).

Compartilhe essa informação

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Comente