A Hora da Notícia

Negociação entre Flamengo e Rafinha vive impasse, e partes testam paciência por solução

Com o elenco já em ação após o período de férias, desejo do clube e jogador é que até o fim da semana o caso tenha um desfecho, seja ele qual for
Cópia de sua marca aqui (2)
BANNER-ANUNCIO-AHORADANOTICIA-JAND (1)

Rafinha já está no Rio há 37 dias, mas negociação não avança foto: Reprodução de Twitter

Há 37 dias, quando Rafinha desembarcou no Rio de Janeiro, era mais fácil prever o futuro do lateral-direito do que atualmente. A negociação com o Flamengo travou por causa de um impasse financeiro, e os lados esperam, sem muita margem de ação, que uma solução apareça.https://09e897b3ef50a5dbec7e660026bfa463.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html?v=1-0-38

Apesar dos problemas, há a sensação dos dois lados de que não é possível adiar muito mais a questão. O desejo é até o fim da semana colocar um ponto final na história, seja com qual desfecho for.

Rafinha afirmou publicamente que aceitou as condições apresentadas, o que não significou, na prática, um acordo. Dentro do próprio Flamengo há um bola dividida entre o futebol e o comando do clube, inclusive do presidente Rodolfo Landim, sobre a capacidade de incluir mais um grande salário no elenco sem prejudicar o planejamento financeiro.

O orçamento para 2021 precisou ser feito em outubro para ser aprovado e, na época, a sensação era de que a partir de abril uma das principais receitas, a de bilheteria, pudesse voltar. Não vai ser possível, e a previsão de R$ 100 milhões de arrecadação no ano dificilmente vai se concretizar.

Enquanto isso, Rafinha segue no Rio de Janeiro. Na praia, onde tem feito treinos diários, jogado futevôlei e respondido a torcedores que ainda não tem muito o que dizer sobre seu futuro.

O lateral desperta interesse de outros clubes brasileiros, e, embora o Flamengo seja prioridade, deseja o quanto antes decidir onde jogará em 2021 para não perder tempo de pré-temporada.

fonte: Gazetaweb

Compartilhe essa informação

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Comente