A Hora da Notícia

Novo executivo do CSA, Felipe Ximenes diz que amizade com Omar Coêlho influenciou em sua contratação

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
prefeitura junho

Morgana Oliveira

Agora é oficial! Felipe Ximenes, novo Executivo de Futebol do CSA, foi apresentado nesta terça-feira (17) e já inicia os trabalhos nos bastidores futebolísticos do Azulão. Ximenes acumula um currículo vasto e passagens por grandes praças do futebol brasileiro, representando clubes como Flamengo, Vitória, Goiás e Avaí.

Porém, justificando sua primeira passagem no futebol alagoano, ele disse que a amizade que tem com o presidente azulino, Omar Coêlho, foi providencial em sua escolha. As negociações foram intensas, mas, deu tudo certo no final.

“O motivo principal foi o presidente Omar Coêlho, é um amigo querido que eu tenho. Sem dúvida nenhuma, ter abraçado este desafio imenso aqui, eu devo muito à amizade que eu tenho com o presidente Omar Coêlho”, contou Ximenes.

Contudo, o profissional não se limitou a isso. A estrutura do Azulão e a vida financeira saudável também foram uns dos pontos que agradaram a Ximenes. No ano passado, no Avaí, o profissional conviveu no clube com diversos problemas financeiros. Ainda assim, conquistou o acesso no final da temporada.

Ximenes posou com a camisa azulina e com dirigentes do Azulão – Foto: Morgana Oliveira

“Chegar em um clube como o CSA, com uma estrutura e um planejamento financeiro organizados, preparados para enfrentar um campeonato sabendo que tem recurso para disputá-lo, nos da tranquilidade. Foi um dos motivos que me fizeram estar aqui. Me anima muito saber que a gente pode estar preocupado com as coisas que nós devemos estar no futebol”, disse, empolgado.

Acostumado com a luta da Série B pelo acesso, assim como o próprio CSA, Ximenes foi cauteloso na hora de comentar uma briga pelo acesso. O executivo mencionou as últimas boas campanhas, todavia, acredita que não deve ser um guia para a atual edição: “O que eu falo sempre: o passado é referência, mas não serve de guia. O fato d e o CSA ter batido na trave, sem dúvida nenhuma, gerou expectativa, mas não garante nada este ano”.

Por fim, Felipe Ximenes agradeceu à torcida do Azulão, que parece ter aprovado a chegada do profissional. Ele substitui Ítalo Rodrigues, que acabou sendo desligado do clube, após uma ideia de restruturação no Departamento de Futebol.

“Quero agradecer pelas inúmeras mensagens que recebi da torcida do CSA. Dizer que, para que o torcedor assuma um local de fala na construção do seu time, ele precisa se tornar sócio. Eu acho que é fundamental a gente saber equilibrar essa batalha absolutamente injusta dos clubes do Sul e da divisão de dinheiro”, exclamou.

fonte: gazetaweb

Compartilhe essa informação

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Comente