A Hora da Notícia

Ocupação de leitos de UTI para Covid-19 recua para 67% e Maceió sai do nível considerado crítico

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
PRESTAÇÃO DE CONTAS

Reuters/Amanda Perobelli

A taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) exclusivos para tratamento de Covid-19 em Maceió recuou doze pontos percentuais em uma semana, atingindo 67% nesta terça-feira (29), segundo boletim divulgado no início desta noite, pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau). Com isso, a rede hospitalar da capital sai do nível considerado crítico. Atualmente, segundo o documento do órgão, 147 dos 220 leitos de UTI estão ocupados. Há uma semana, essa ocupação era de 173 unidades.

O boletim da Sesau aponta ainda que a taxa de ocupação de UTI para tratamento de Covid-19 teve um recuou de 14 pontos percentuais no interior – até maior que o registrado na capital – para 81%, nível considerado ainda crítico pelas autoridades de saúde. De acordo com a secretaria, atualmente, 146 dos 180 leitos de UTI estão ocupados. Há uma semana, eram 161. Nesse período, foram criados mais 10 leitos de UTI exclusivos para tratamento de Covid-19 no interior.

Em todo o Estado, a taxa de ocupação de UTI recuou treze pontos percentuais, para 73%, o que significa que 293 dos 400 leitos de UTI estão ocupados atualmente.

Apesar do recuo, quatro municípios no interior do Estado seguem com ocupação de UTI para Covid-19 esgotada. É o caso de Arapiraca, onde as 75 vagas estão ocupadas, Santana do Ipanema (15 leitos estão ocupados), São Miguel dos Campos (20 vagas) e Coruripe, que está com todos as 15 vagas de UTI ocupadas.

fonte: Gazetaweb

Compartilhe essa informação

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Comente