A Hora da Notícia

ONU e Latam fazem parceria para transportar refugiados da Ucrânia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
prefeitura junho

reprodução

O Alto-comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur) e a companhia aérea Latam fecharam uma parceria para transportar refugiados da Ucrânia e de outras partes do mundo em guerras. Cargas também poderão ser levadas de maneira gratuita nas aeronaves.

Segundo a companhia, o acordo faz parte do programa Avião Solidário e considerou o embarque de cargas sem custo e a contribuição em passagens aéreas para destinos da malha aérea da Latam.

Segundo José Samaniego, diretor regional do Acnur para as Américas, “é fundamental poder contar com o apoio e a cooperação de empresas com compromisso social para garantir proteção e ajuda aos deslocados”.

“Agradecemos a imensa onda de solidariedade de pessoas e empresas do mundo com a emergência na Ucrânia. Obrigado à Latam por esta aliança estratégica que nos ajudará a reunir famílias deslocadas e transportar materiais de ajuda para aqueles que tiveram que fugir de suas casas na Ucrânia e em outras partes do mundo, como aqui na América Latina”, disse o empresário.

Apesar do conflito entre Rússia e Ucrânia ser o foco, o comissário da Acnur, Filippo Grandi, chamou atenção para outros que ocorrem ao redor do mundo. “Não podemos esquecer lugares como Afeganistão, Síria, Etiópia, Venezuela, Mianmar e muitas outras emergências que continuam precisando do apoio do Acnur e de outras organizações humanitárias”, disse Grandi.

Avião Solidário

O programa Avião Solidário da Latam faz parte da estratégia de sustentabilidade do grupo e busca gerar valor para a sociedade por meio do transporte de cargas e passageiros sem custos. Durante a pandemia de Covid-19, o programa transportou gratuitamente, por exemplo, 253 milhões de doses de vacinas, além de mais de 3,4 mil profissionais de saúde para atender necessidades urgentes relacionadas à pandemia.

Recentemente, o programa anunciou alianças com organizações solidárias da sociedade civil no Brasil, Chile, Colômbia, Equador e Peru, colocando a sua experiência, infraestrutura, conectividade e a rapidez do transporte aéreo à disposição do transporte de pessoas e cargas sem nenhum custo.

fonte: gazetaweb

Compartilhe essa informação

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Comente