A Hora da Notícia

Prefeitura de Anadia determina fechamento de estabelecimentos comerciais e proíbe festas após caso de variante na cidade.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
PRESTAÇÃO DE CONTAS

Prefeitura de Anadia determina fechamento de estabelecimentos comerciais, igrejas e proíbe festas após caso de variante na cidade. foto: Assessoria

Depois do caso confirmado da variante brasileira em moradores de duas cidades de Alagoas, dentre elas Anadia, o prefeito da cidade, Celino Rocha, determinou, através de decreto, nesta quinta-feira (18), o fechamento de estabelecimentos comerciais, igrejas e a proibição de eventos culturais pelo período de 15 dias.

Segundo a determinação, está suspenso em todo o município, o funcionamento de bares, restaurantes, lanchonetes, templos, igrejas e demais instituições religiosas; aulas presenciais da rede municipal de ensino, tanto pública quanto privada; eventos culturais públicos e privados, tais como aniversários, casamentos, entre outros, independentemente do número de presentes. Além disso, o funcionamento de academias, clubes e também os serviços prestados pela Secretaria Municipal de Educação através do transporte intermunicipal de estudantes, estão proibidos.

A secretária de saúde do município, Sônia Mascarenhas, explicou que a paciente relatou que não tem histórico de viagem nem contato com moradores do Amazonas ou qualquer outra Unidade da Federação. A mulher, de 64 anos, já cumpriu o período do isolamento social e está recuperada.

“Os sintomas tiveram início em 19 de janeiro apresentando tosse, coriza, mialgia e moleza. No dia 25, foi realizada a coleta para pesquisa de SARS-CoV-2 por RT-PCR, que confirmou a infecção. Seguimos realizando o monitoramento de todos os pacientes que testam positivo e daqueles que realizaram viagens ou tiveram contato com pessoas que estavam fora do estado”.

Variante

Pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) identificaram, nessa terça-feira (16), a variante brasileira do coronavírus em duas pacientes mulheres do estado de Alagoas, sendo uma de 36 anos e a outra de 64. Elas são de Viçosa e Anadia, respectivamente, mas apenas uma tem histórico de viagem para Amazonas, estado onde se originou a variante.

fonte: Gazetaweb

Compartilhe essa informação

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Comente