A Hora da Notícia

Quase 70 mil alagoanos esperam pela nota do Enem e estudantes podem cursar faculdades em Portugal

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
prefeitura junho

Divulgação

Com data marcada para o próximo dia 11 de Fevereiro, o resultado final do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) tem sido aguardado com muita ansiedade em todo país. As provas foram realizadas em Novembro do ano passado em 1.747 municípios e envolveram pouco mais de três milhões de participantes. Somente em Alagoas, 69.198 inscritos realizaram as provas, seja por meio impresso ou digital. 

Com o objetivo de avaliar o desempenho escolar dos estudantes ao término da educação básica, o Enem completa este ano 24 anos de existência. De 1998 até hoje passou por atualizações e desde 2009, o exame aperfeiçoou sua metodologia e passou a ser utilizado como mecanismo de acesso à educação superior e a nota passou a ser utilizada para acesso ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e ao Programa Universidade para Todos (ProUni). 

Mas, um detalhe importante tem mexido com o sonho de muita gente que busca melhorar a sua qualificação no exterior. É que as notas obtidas podem ser utilizadas em mais de 50 instituições de educação superior em Portugal graças a um acordo de cooperação educacional entre os dois países.

A oportunidade de estudar na Europa se tornou um grande filão de mercado, tanto que faculdades, universidades e institutos disputam de forma acirrada o estudante brasileiro e ofertam o acesso desde a uma simples graduação e cursos técnicos, passando por pós graduações, mestrados e doutorados. Essa condição só passou a ser possível com a mudança na legislação portuguesa.

Um decreto de março de 2014, regulamentou o estatuto do estudante internacional no país europeu. Em março do mesmo ano, o Ministério da Educação de Portugal permitiu às suas instituições definirem a forma de ingresso de estudantes internacionais e de suas respectivas famílias. 

Sim, isso mesmo! O acordo com o Brasil permite que a família também seja beneficiada com a mudança. O familiar pode ser levado em condição de reagrupado, podendo inclusive, arranjar emprego. Oito anos depois, a presença de estudantes e profissionais brasileiros só tem crescido.

Os últimos dados divulgados pelo SEFServiço de estrangeiros e fronteiras, apontam que hoje cerca de trinta e cinco mil brasileiros estão matriculados em terras lusitanas. Só nos últimos dois anos houve um crescimento em torno de 47% nas escolas públicas, o que deixa o Brasil líder na lista de estudantes nos países de língua portuguesa. Bem à frente, por exemplo, de Cabo verde na África.

Oportunidade de ajudar e visão de negócio
https://www.instagram.com/p/CZklWMZFK5C/embed/captioned/?cr=1&v=14&wp=540&rd=https%3A%2F%2Fwww.tnh1.com.br&rp=%2Fnoticia%2Fnid%2Fquase-70-mil-alagoanos-esperam-pela-nota-do-enem-e-estudantes-podem-cursar-faculdades-em-portugal%2F#%7B%22ci%22%3A0%2C%22os%22%3A1076%2C%22ls%22%3A854%2C%22le%22%3A1050%7D  

No vácuo desse crescimento estão algumas pessoas que vislumbraram através dessa abertura uma grande oportunidade de negócio. É o caso do carioca Higor Cerqueira. Quando chegou em Portugal há cinco anos ele teve que enfrentar alguns perrengues e sem ajuda de ninguém sentiu na pele a falta de informações sobre algumas cidades e instituições. 

Sua busca o levou a fazer boas amizades na comunidade brasileira onde chegou a fundar a associação nacional de estudantes e pesquisadores brasileiros com sede na cidade de Bragança, região norte de Portugal. A partir daí, Higor descobriu que poderia usar toda a experiência adquirida em benefício de outros estudantes.

Muitos atravessam o oceano atlântico apenas com a cara e a coragem e esquecem que tem que lhe dar com uma imensa papelada e com os custos operacionais de se manter pelo mesmo período do estudo. Ao lado de outros estudantes, criou a primeira start-up no assunto que ensina o passo a passo de como iniciar todo o processo na busca pelos cursos nas melhores regiões de forma independente em um grande material de mentoria que permite até atendimento online. 

O ESTUDE EM PORTUGAL já visitou mais de 60 escolas, traz dicas personalizadas e é um dos canais mais vistos na internet. Os vídeos produzidos com uma linguagem jovem, informativa e descolada já tiveram mais de dois milhões de visualizações somente no YouTube. O trabalho ganhou notoriedade até mesmo entre as instituições que já perceberam a seriedade do trabalho em atrair o estudante brasileiro de forma legal. Ele diz: “reforçamos o nosso poderoso banco de dados que nos permite identificar demandas académicas e otimizar campanhas de internacionalização voltadas para o mercado brasileiro. Tudo Online, mas com muita paixão!” 

A estratégia utilizada por ele e toda a equipe é o chamado marketing de influência. A plataforma divulga notícias relevantes, prazos de candidaturas, curiosidades sobre viver em Portugal, dúvidas frequentes e ofertas formativas das Instituições parceiras. 

Além das redes sociais, o usuário também pode encontrar muitos conteúdos organizados no site www.estudeemportugal.org – Há mais de 700 páginas, incluindo depoimento de estudantes, informações sobre as cidades de Portugal, faculdades portuguesas e oferta formativa de cada uma delas. 

Depois de tanta dedicação, Higor colocou todo o seu esforço à disposição de outras pessoas e tem ajudado muita gente a mudar de vida e sonhar mais alto. Por tanto, se você pensa em alçar novos voos, não esqueça de se informar bem antes de dar o primeiro passo, é fundamental na hora de evitar dores de cabeça. 

fonte: tnh1

Compartilhe essa informação

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Comente