A Hora da Notícia

Renan e Lira trocam acusações na busca pelo Governo de Alagoas

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
prefeitura junho

Renan e Lira trocam acusações na busca pelo Governo de Alagoas

Em edição impressa no mês de abril, a Folha de Alagoas noticiou que estava aberta a guerra na busca pelo Governo do Estado entre os grupos de Renan Calheiros (MDB) e Arthur Lira (PP). A disputa, que prometia se acentuar para as eleições de outubro, chegou antes do previsto, com o imbróglio envolvendo o governo tampão.

Durante a semana, com liminares favoráveis e contrárias a realização do pleito nesta segunda-feira (02), Renan e Arthur trocaram farpas e acusações nas redes sociais para mandar recado um ao outro e aos seus eleitores, além da disputa judicial em todas as instâncias da Justiça.

Na última fala, Renan acusou Lira de expor de maneira irresponsável o Supremo Tribunal Federal (STF), que atendeu ao pedido do PSB e suspendeu a eleição até que o Estado se pronunciasse. A Procuradoria Geral já se manifestou e aguarda a análise do ministro Gilmar Mendes.

“A petição de Lira é litigância de má-fé, amadora e expõe irresponsavelmente o STF. A jurisprudência é farta. Trata-se de realização de eleição, mandamento da Constituição estadual, reproduzindo a Constituição Federal. Porque litiga Lira? Para cancelar a eleição”, comentou Calheiros.

Do outro lado, assim que saiu a decisão do STF, Arthur Lira publicou: “A decisão liminar do STF respalda o que os alagoanos desejam: transparência, rito jurídico legal e respeito às instituições e ao povo de Alagoas. O senador Renan Calheiros e seu fantoche vão continuar com a narrativa estapafúrdia de golpe? Ou irá destilar o seu veneno contra o STF?”.

Fonte – Folha de Alagoas

fonte: politicaalagoana

Compartilhe essa informação

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Comente