A Hora da Notícia

Saída de Messi do Barcelona vai custar R$ 300 mi aos cofres da Espanha

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
PRESTAÇÃO DE CONTAS

Reuters/Albert Gea

Já sem contrato com o Barcelona, Lionel Messi pode causar um prejuízo milionário aos cofres da Espanha. Caso a sua saída do clube se concretize, o problema vai além das quatro linhas e daria dor de cabeça ao Estado.

Segundo o jornal espanhol Diário Olé, o argentino declara ao tesouro quase metade de todo o seu salário, ou seja, cerca de 50 milhões de euros por ano (R$ 300 milhões). O que o torna um dos maiores contribuintes da Espanha.

A previsão é de que, sem Messi na La Liga, a Receita deixará de embolsar valor referente ao que é pago por quase 120 mil pessoas de classe média no país. Desde a última renovação do atleta, em 2017, ele pagou ao tesouro mais de 370 milhões de euros (R$ 2.232 bilhões).

Grande parte deste total, no entanto, corresponde ao imposto de renda, cerca de 275 milhões de euros ( R$ 1.660 bilhões) desde aquele ano, valor que também engloba o imposto sobre sua fortuna.

Outra parte considerável corresponde aos direitos de imagem do craque, que não podem ir além de 15% do valor total recebido que neste intervalo foi de 83,3 milhões de euros (R$ 502,7 milhões).

A renovação de Messi com o Barça ainda está sendo discutida enquanto ele está focado na disputa da Copa América. A Argentina briga por vaga na final da competição nesta terça-feira (6/7), diante da Colômbia, no Mané Garrincha, em Brasília, às 22h.

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles.

fonte: Gazetaweb

Compartilhe essa informação

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Comente