A Hora da Notícia

Seleção Brasileira goleia o Peru no Rio pela Copa América: 4 a 0

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
PRESTAÇÃO DE CONTAS

Wilton Junior/Estadão

Nesta quinta-feira, a Seleção Brasileira derrotou o Peru por 4 a 0, no Estádio Nilton Santos, em jogo válido pela segunda rodada da Copa América. Com gols marcados por Alex Sandro, Neymar, Everton Ribeiro e Richarlison, o time comandado por Tite garantiu a classificação às quartas de final do torneio de maneira antecipada.


O primeiro tempo não foi de grandes oportunidades criadas. Postado em um ofensivo 4-2-4 quando tinha a bola, o Brasil não criou diversas chances, porém foi efetivo, com Alex Sandro aparecendo dentro da área para marcar.

Na segunda etapa, o grande diferencial foi Neymar, que esteve muito mais ligado e ativo nas ações ofensivas da Seleção. Além de marcar o seu gol, deu bons passes e teve boas chances para anotar mais. Na reta final, Everton Ribeiro ainda marcou o terceiro, após bela trama coletiva da equipe. Deu tempo de Richarlison fazer o quarto e sacramentar a vitória.

Com a vitória, o Brasil foi aos seis pontos, na liderança isolada do grupo B. O time só volta a campo na quarta-feira da semana que vem, contra a Colômbia, no Nilton Santos, às 21h. Enquanto isso, o Peru segue sem somar pontos, na lanterna da chave. O próximo compromisso da equipe é contra a Colômbia, no domingo, às 21h, no Olímpico.

O jogo

Postado em um ofensivo 4-2-4 com a bola, o Brasil tomou a iniciativa no início do primeiro tempo e conseguiu abrir o placar aos 11 minutos. Everton fez o cruzamento da esquerda, Gabriel Jesus mandou de primeira do outro lado, e Alex Sandro apareceu como centroavante para marcar.


De fora da área, Fabinho levou perigo ao arriscar chute forte, mandando à esquerda do gol. O Peru também tentou de longe, porém a finalização de Tapia foi tranquilamente defendida por Ederson. Na sequência, Yotún tocou por cima do goleiro, porém Danilo tirou a bola com o peito. Na última chance do Brasil nos 45 minutos iniciais, Alex Sandro recebeu na entrada da área e chutou por cima do travessão.


Para o segundo tempo, Tite sacou Gabigol e Everton Cebolinha, promovendo as entradas de Everton Ribeiro e Richarlison. Na primeira chance, Danilo apareceu por dentro, conduziu a bola e fuzilou à esquerda do gol. Aos 60 minutos, Neymar foi derrubado por Tapia dentro da área, e o árbitro assinalou o pênalti. No entanto, Patrício Loustau foi chamado para o monitor do VAR e voltou atrás na marcação.

Sete minutos depois, Neymar marcou o segundo da Seleção. Fred encontrou o camisa 10 na entrada da área, e o craque girou e finalizou cruzado para fazer o seu. Em seguida, Neymar deu passe para Richarlison, que saiu na cara de Gallese e parou em defesa do goleiro.

O camisa 10 estava ligado na partida e quase marcou mais um, arriscando chute de fora da área, que saiu à esquerda do gol. O Peru desperdiçou uma grande oportunidade com Valera, que, na pequena área, isolou a bola. Neymar teve nova chance, dessa vez batendo falta. A bola passou rente à trave esquerda.


Firmino perdeu oportunidade incrível, recebendo passe de Richarlison e chutando em cima de Gallese. Já aos 43 minutos, Everton Ribeiro tabelou com Neymar e foi para dentro da área. Richarlison serviu o meia do Flamengo, que finalizou com precisão para marcar o terceiro. Por fim, Neymar lançou Firmino, que finalizou e parou em Gallese. No rebote, Richarlison precisou de duas tentativas para fazer o seu e sacramentar o placar.

FICHA TÉCNICA:
BRASIL 4 X 0 PERU

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 17 de junho de 2021, quinta-feira
Hora: 21h (de Brasília)
Árbitro: Patrício Loustau (ARG)
Assistentes: Gabriel Chade (ARG) e Ezequiel Brailovski (ARG)
VAR: Mauro Vigliano (ARG)
Cartões amarelos: Gabriel Jesus (Brasil); Ramos, Yotún (Peru)

GOLS
Brasil: Alex Sandro (11 minutos do 1º tempo), Neymar (22 minutos do 2º tempo), Everton Ribeiro (43 minutos do 2º tempo) e Richarlison (46 minutos do 2º tempo)


BRASIL: Ederson, Danilo (Emerson), Thiago Silva, Éder Militão e Alex Sandro (Renan Lodi); Fabinho, Fred, Neymar, Gabriel Jesus (Roberto Firmino), Everton Cebolinha (Richarlison) e Gabigol (Everton Ribeiro)
Técnico: Tite

PERU: Gallese, Corzo, Christian Ramos, Abram e Marcos López; Tápia, Yotún (Arias), Carrillo, Cueva (Távara), Peña (Iberico); Lapadula (Valera)
Técnico: Ricardo Gareca.

fonte: Gazetaweb

Compartilhe essa informação

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Comente