A Hora da Notícia

Setor de serviços de AL registra maior alta do Brasil em março

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
prefeitura junho

Ailton Cruz/ Gazeta de Alagoas

O Setor de Serviços de Alagoas registrou a maior alta do Brasil no mês de março deste ano, na comparação com o mesmo período do ano passado. Avanço de 28,7%, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgados nessa quinta-feira (12). Em nível nacional, a alta foi de 11,4%.

Em relação à receita do setor, Alagoas também registrou a maior alta do País, com avanço de 36,3%, enquanto a alta nacional foi de 17,9%. Em relação ao acumulado no ano, Alagoas também puxa a alta nacional. No primeiro trimestre de 2022, o setor de Serviços no estado já avançou 24,3% quando comparado com os três primeiros meses de 2021.

Em nível nacional, a alta acumulada no primeiro trimestre é de 9,4. Nos últimos doze meses Alagoas também está em primeiro lugar no ranking de crescimento, com 28,5%. No Brasil, o setor cresceu 13,6% no acumulado dos últimos doze meses. Em março de 2022, o volume de serviços no Brasil cresceu 1,7% frente a fevereiro, na série com ajuste sazonal.

Com isso, o setor de serviços recuperou a perda de janeiro deste ano (-1,8%) e alcançou o maior patamar desde maio de 2015. Dessa forma, o setor se encontra 7,2% acima do nível de fevereiro de 2020 (pré-pandemia) e 4,0% abaixo de novembro de 2014 (ponto mais alto da série histórica)

A expansão de 1,7% do volume de serviços, de fevereiro para março de 2022, foi acompanhada por todas as cinco atividades investigadas, com destaque para os transportes (2,7%) e para os serviços de informação e comunicação (1,7%).

Enquanto o primeiro setor emplacou o quinto resultado positivo consecutivo, com ganho acumulado de 12,3%; o segundo, ao avançar 1,7% em março, recuperou uma pequena parte da perda acumulada entre dezembro de 2021 e fevereiro de 2022 (4,7%).

Outros avanços foram registrados pelos setores profissionais, administrativos e complementares (1,5%), prestados às famílias (2,4%) e outros serviços (1,6%).

Ainda na série com ajuste sazonal, o índice de média móvel trimestral apontou variação positiva (0,1%) no trimestre encerrado em março de 2022 frente ao nível do mês anterior, mantendo o comportamento predominantemente positivo

fonte: Gazetaweb

Compartilhe essa informação

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Comente